Padeiro teria sido executado por ex-marido inconformado ou em acerto de contas

Cláudio Ferreira foi assassinado na Vila Cedere I por dois homens numa motocicleta
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Cláudio Ferreira da Silva, 42 anos, padeiro, natural de Barra do Corda (MA), foi assassinado por volta das 15h de ontem segunda-feira (3), quando se encontrava em casa, na invasão da Vila Cedere I, a 25 quilômetros do centro de Parauapebas.

Na hora da execução, dois homens chegaram em uma motocicleta Honda Fan, cor prata, e perguntaram quem era o padeiro. Cláudio disse que era ele e um dos homens, já de arma em punho, mandou que ficasse de frente para a parede e levantasse os braços. Em seguida disparou duas vezes contra a vítima. Uma das balas atingiu a nuca e matou o padeiro instantaneamente.

Uma das hipóteses para a eliminação de Cláudio Ferreira da Silva é de que o mandante do crime tenha sido o ex-marido da mulher dele, de quem estaria recebendo ameaças de morte. A outra suposição é de que ele tenha sido vítima de crime de acerto de contas com traficantes ou com membros de uma facção criminosa.

O presidente da Associação dos Moradores da vila, em declarações à Polícia Militar, disse que o padeiro era traficante de drogas e propagava que fazia parte de uma das facções criminosas que atuam em Parauapebas.

(Caetano Silva)

Publicidade