Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Canaã dos Carajás

Novo “terminal rodoviário” de Canaã tem dado o que falar na cidade

O prédio, onde antes funcionava um bar, na Avenida Weyne Cavalcante, foi todo reformado e ampliado e virou terminal, enquanto a prefeitura não constrói um

Desde o último sábado (4), o embarque e desembarque de passageiros já está em pleno vapor no novo Terminal Rodoviário de Canaã dos Carajás. O prédio, onde antes funcionava um bar, localizado no centro da Avenida Weyne Cavalcante, foi todo reformado e ampliado pelo empresário Florisvaldo Gomes de Castro, mais conhecido como “Baiano Doido”, que já investiu, sozinho, mais de R$ 100 mil no local.

O prédio intitulado “Apoio Rodoviário Jerusalém”, dispõe de oito guichês (dois já em funcionamento) para veículos de transportes interestaduais (ônibus), banheiros e um segurança. “Pelo fato de termos conhecimento e contato com donos de algumas empresas de outros Estados, surgiu essa ideia de termos um espaço melhor tanto para as pessoas quanto para os ônibus encostarem”, explica Lucas Rocha de Castro, filho de Florisvaldo e administrador do prédio.

Ele conta que viu a necessidade de a população de ter uma rodoviária própria. Existe um projeto da construção do terminal apresentado pela prefeitura, mas, por ser uma construção de grande porte, no momento Canaã não iria dar o lucro suficiente para ter esse retorno. Visando isso, nós, que já temos esse ponto aqui, tivemos essa ideia e implantamos nesse local”, disse Lucas.

Na tarde desta terça-feira, agentes de órgãos de fiscalização estiveram no local e conversaram com os proprietários, mas, o motivo não foi embargar o terminal e sim entregar uma notificação, devido à mudança de endereço das empresas que estão ali.

“Elas terão de providenciar novos alvarás. Nós não estamos aqui ilegalmente, já estamos com toda a documentação tramitando na Justiça. O problema é que existem algumas pessoas que estão incomodadas com o projeto. Temos engenheiro na obra. Está tudo caminhando no seu devido tempo”, reforçou o administrador.

Em Junho de 2017, a Prefeitura Municipal, durante uma audiência pública na Câmara Municipal, apresentou aos munícipes o projeto de concessão para a construção da nova rodoviária da cidade. A intenção da prefeitura era que o prédio – que já possuía estrutura projetada pela arquiteta da Secretaria de Obras Anali do Carmo, junto com a equipe de engenharia do município – fosse construído por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Os custos da obra ficariam a cargo da empresa que vencer a licitação, que em troca ganharia o direito de gerir o local por um prazo de 20 anos.

Veja também:  Despesas com serviços básicos em Parauapebas em 2019 sustentariam milhares de cidades

A nova rodoviária ficará localizada no bairro Cidade Nova, próximo ao Cemitério Municipal. O projeto prevê 15 plataformas de embarque e desembarque (sendo nove para ônibus e seis para cooperativas de vans), 380 vagas para estacionamento (para público e funcionários), além de espaço para restaurante, lojas, caixas eletrônicos, guarda-volumes, assistência social (Juizado), vagas de táxi, moto-táxi e parada para transporte coletivo.

Atualmente, quem chega ou sai da cidade por meio de vans, conta com um ponto localizado no centro da cidade. O local recebe sete cooperativas de vans que realizam aproximadamente 90 viagens diárias, atendendo a uma média de 1.500 passageiros entre chegadas e partidas.  Os que precisam utilizar ônibus como transporte, precisam se deslocar até os guichês das empresas espalhados pela Rua da Torre.

Procurada, a prefeitura de Canaã se manifestou através de sua assessoria de comunicação acerca da o prédio construído pelo empresário “Baiano doido”.

Nota de esclarecimento:

Em relação a construção do Ponto de Apoio Rodoviário, a prefeitura de Canaã dos Carajás informa que o Instituto de Desenvolvimento Urbano (Idurb) e a coordenação do Código de Posturas já notificaram o proprietário do local e estipularam um prazo para prestação de informações sobre a obra e possíveis adequações. Essas informações se referem à legalidade da edificação e a conformidade com o que dispõe o Código de Posturas Municipal.

Os órgãos da prefeitura estão acompanhando todo o processo, no que tange à sua legalidade e viabilidade, e tomarão as medidas necessárias para garantir o cumprimento da lei e o interesse da população.

Em relação à construção da rodoviária de Canaã dos Carajás, a prefeitura informa que o projeto da obra já foi elaborado pela equipe de engenharia do município e apresentado à sociedade. A intenção é que o espaço seja construído por meio de uma parceria Público Privada, na qual a empresa responsável pela construção poderá administrar o local por um período de tempo. A prefeitura está trabalhando, junto à Vale e parceiros, na busca de atrativos para as empresas interessadas ou alternativas para solucionar esse problema.

Vale lembrar que a responsabilidade pela construção de um terminal rodoviário é do Estado, no entanto a administração municipal reconhece a urgência dessa demanda e está preocupada em buscar soluções.

Deixe uma resposta