Novo Progresso: fiscais do Ibama sofrem atentado

Fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes (ICMBio) sofreram uma emboscada na manhã da quarta-feira (28), na BR-163, na …

image Fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes (ICMBio) sofreram uma emboscada na manhã da quarta-feira (28), na BR-163, na região de Cachoeira da Serra, distrito de Novo Progresso, no Pará. Segundo o instituto, participaram da tocaia dois homens com armas automáticas, coletes balísticos e máscaras. Ambos fugiram e ninguém se feriu.

Os dois homens abordaram duas caminhonetes onde estavam os fiscais no momento em que os veículos foram obrigados a parar por causa de troncos colocados na estrada. Policiais ambientais do Pará que acompanhavam os fiscais trocaram tiros com os suspeitos, que fugiram por uma mata.

Há cerca de duas semanas, Ibama, ICMBio e Polícia Ambiental do Pará estão na região para combater desmatamento ilegal. Nesta terça-feira, durante sobrevoo com o helicóptero, foi identificado na região um acampamento e uma grande área de floresta derrubada. A equipe que sofreu a emboscada seguia para o mesmo local para monitorar as ações.

Esse não é a primeira tocada sofrida pela fiscalização do Ibama na região de Cachoeira da Serra. Em 2007, uma equipe apreendeu dez caminhões carregados de madeira ilegal e, quando passou pelo distrito, foi cercada por pessoas insatisfeitas com a ação contra a os crimes ambientais, comuns naquela região.

3 comentários em “Novo Progresso: fiscais do Ibama sofrem atentado

  1. Afonso Schroeder Responder

    Sabe-se que a legislação existente para regulamentar o meio ambiente necessita de aperfeiçoamentos, mas por outro lado a sociedade é sabedora, quando as pessoas dono de latifundios são fiscalizados se acham acima das Leis existentes, achando que os profissionais do governo devem deixar passar despercebido atos que muitas vezes não são os caminhos mais corretos, para o aperfeiçoamento das instituições como um todo, oxalá que Deus de entendimento aos que se acham acima das Leis.

Deixe seu comentário