Novo coronavírus: Prefeitura de Conceição do Araguaia fecha rodoviária até o dia 21 de abril

Município acata novo decreto do Governo do Estado do Pará para evitar ida e vinda de pessoas no período dos feriados municipal e nacionais. Documento altera ainda, exigências para o funcionamento do comércio.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um novo decreto municipal (nº 057/020) foi divulgado pelo prefeito de Conceição do Araguaia, Jair Martins, na manhã desta terça-feira (7). O documento determina o fechamento do Terminal Rodoviário “Robson Gurjão”.

A decisão ocorre em conformidade com o anúncio feito ontem (6) pelo governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, onde foram divulgadas diversas medidas para conter quaisquer tipos de aglomerações no período da Semana Santa.

Publicadas em edição extra do Diário Oficial do Estado, as novas determinações do Governo em prevenção ao novo coronavírus incluem a proibição de cultos/eventos religiosos presenciais e dentre outros vetos, impede a saída intermunicipal, por meio rodoviário ou hidroviário.

Em Conceição do Araguaia, no dia 31 de março de 2020, a prefeitura, por meio do decreto nº 053/2020, autorizou a reabertura do Terminal Rodoviário para o transporte coletivo (ônibus e vans), no âmbito intermunicipal, dentro do Estado do Pará.

No entanto, com a nova determinação, a rodoviária ficará fechada de 8 a 21 de abril de 2020. “Queremos evitar a ida e vinda de pessoas nesses feriados que incluem a Semana Santa, o aniversário da cidade e Tiradentes. Nossa preocupação neste momento, é cuidar da população de Conceição do Araguaia e para isso, também contaremos com a ajuda da Polícia Militar”, informa o prefeito.

De acordo com o documento, o terminal rodoviário deve voltar a funcionar no dia 22 de abril de 2020, conforme as normas previstas no decreto nº 053/2020.

O documento prevê ainda, outros cuidados no funcionamento de bancos, casas lotéricas, supermercados, farmácias e afins, como a designação de um funcionário para realizar a higienização dos equipamentos, a cada uso dos clientes, e também recomenda a utilização de máscaras (cirúrgica ou artesanal) pela população do município.

 (Ynaiê Botelho)

Publicidade