Mulheres Pró-Carajás reunidas em café da manhã

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Aconteceu na manhã desta segunda-feira, 1º de agosto, um café da manhã em hotel de Marabá marcando a grande caminhada da Comissão de Mulheres Pró-Emancipação de Carajás, agora já com estatuto e personalidade jurídica. “Este é o nosso primeiro encontro oficial. Antes, não podíamos nos expressar publicamente, porque não estávamos juridicamente reconhecidas”, disse a empresária Magda Alves, presidente do grupo.

O primeiro encontro teve o objetivo de multiplicar informações sobre a criação do Estado de Carajás, bem como conclamar as demais integrantes do movimento a motivarem as mães para que levem ou orientem seus filhos que estão completando 16 anos a irem ao Cartório Eleitoral.

É que o prazo para a obtenção do Titulo de Eleitor ou de sua regularização se encerra em 11 de setembro, três meses antes da data do plebiscito, 11 de dezembro, em que o eleitorado do Pará dirá “sim” ou “não” à criação dos estados do Carajás e Tapajós.

Indagada sobre como as mulheres da cidade podem participar do movimento feminino pela criação do novo Estado, Magda Alves disse que basta procurar a Comissão Municipal Pró-Carajás, na VP-06, ao lado da Borges Informática, Nova Marabá.

Sobre o próximo passo da comissão, Magda Alves disse que será um jantar de adesão que acontece na próxima quinta-feira (4), para arrecadar fundos, cujos convites podem ser adquiridos com os membros do grupo de mulheres.

A Diretoria-Executiva da comissão conta com oito membros e várias coordenações e subcoordenações. Estão à frente do movimento, além de Magda Alves, estão:Vânia Andrade, Aurenice Botelho, Jane Ladeira, Adles Santis, Cláudia Aguiar, Magda Alves e, como consultora, Maria de Lourdes Guido.

Por Patrick Roberto

Comunicação
Comissão Municipal Pró-Carajás (Marabá)