Mulher encontrada morta em Canaã dos Carajás

Ela era viúva de Aylan Lima, o jovem de 18 anos que tentou estuprar duas mulheres em Parauapebas, mas foi morto por uma delas
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Ela estava sentada em um botijão de gás, com um fio várias vezes enrolado no pescoço, desacordada. A amiga ainda chegou a chamar o Samu, que removeu Bruna a um hospital, mas não foi possível reanimá-la.

Pessoas próximas da mulher contam que, após a morte do marido, ela passou a apresentar sinais de depressão, possivelmente pelas circunstâncias em que Aylan morreu, o que a teria levado a tirar a própria vida.

Aylan Lima Lima invadiu uma casa na madrugada de domingo (9), esfaqueou e tentou estuprar uma mulher cujo marido estava viajando. Ela gritou por socorro e foi acudida pela mãe, também vítima de tentativa de estupro e de assassinato.

A mulher entrou em luta corporal com Aylan e conseguiu feri-lo duas vezes com a mesma faca com a qual ela a ameaçava. O estuprador acabou morrendo.

(Caetano Silva)

Publicidade

Posts relacionados