Mulher é suspeita de matar próprio filho e tentar suicídio

O caso se registrou em Medicilândia, na tarde de ontem, quarta-feira e a Polícia Civil investiga o que de fato ocorreu
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

O delegado David Flávio Cordeiro, do município de Medicilândia, investiga um suposto homicídio e tentativa de suicídio ocorrido na tarde de quarta-feira (11), no Bairro Vale das Minas. Milena Iris Paixão, 23 anos, foi encontrada gravemente ferida ao lado do cadáver do filho, Marcos Paulo Vieira da Paixão, de apenas 3 anos.

Uma postagem na página de uma rede social chamou atenção de amigos e familiares por volta de 17h. O post “Ame sua esposa. Casamento é coisa séria”, ilustrado por uma foto onde Milena Paixão aparece ensanguentada ao lado do filho, levou a Polícia Civil ao local do crime. Segundo o delegado, a mulher estava em uma cama de casal em um quarto do pequeno imóvel, ao lado do filho morto.

“Ainda não temos uma linha de investigação consistente”, disse ele à Imprensa. Davi Flávio informou ainda que o primeiro procedimento foi chamar o Samu, que chegou ao local, constatou o óbito da criança e socorreu a mulher em estado grave, a removendo o Hospital Regional da Transamazônica.

Pelas características na cena do crime, Milena teria cometido o assassinato do próprio filho e, em seguida, tentando suicídio. Para cometer o crime, ela teria usado uma arma branca. A motivação para o crime, segundo vizinhos, seria uma discussão com o ex-marido na terça-feira. Essa informação, porém, não foi confirmada pela investigação. O ex-marido foi ouvido nesta quinta-feira (12) pelo delegado. A postagem também é alvo de investigação, pois supostamente a mulher, mesmo gravemente ferida, teria feito a foto, escrito um pequeno texto e publicado em sua página na rede social antes de perder os sentidos.

Publicidade