Modernização da Imprensa Oficial na pauta de encontro em Salvador

O encontro é organizado pela Associação Brasileira de Imprensas Oficiais (ABIO) e tem início às 9h desta quinta-feira, 28
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

As propostas de modernização da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa) serão apresentadas pelo presidente Jorge Panzera, na 28ª Reunião das Imprensas Oficiais. O encontro é organizado pela Associação Brasileira de Imprensas Oficiais (ABIO) e tem início às 9h desta quinta-feira, 28, no Hotel Mercure Vermelho, em Salvador, na Bahia, com a participação de representantes das imprensas oficiais de vários estados brasileiros.

Além da posse da nova diretoria, marcada para às 15h30, um dos pontos altos do encontro será logo após o pronunciamento de abertura do presidente Luiz Gonzaga Fraga de Andrade, quando os gestores terão acesso às informações sobre os andamentos do projeto de lei no Congresso Nacional, que atingem diretamente as Imprensas Oficiais Brasileiras.

Segundo Panzera, é preciso ficar alerta e tomar conhecimento destas informações que são de extrema importância para a sobrevivência das Imprensas Oficiais, já que há um ataque permanente em todo o Brasil, com articulações de projetos de lei para diminuir o papel das imprensas oficiais.

“A Imprensa Oficial tem a função de dar transparência aos atos da administração pública e também é um espaço de transparência para os balanços comerciais das empresas, por meio da publicação do Diário Oficial. Por esse motivo, é preciso que estejamos respaldados para resguardar principalmente a sociedade, que precisa ter acesso a estas informações”, comentou.

Se a administração pública e as empresas deixarem de publicar os seus atos, reforçou ele, diminui-se o grau de transparência e o controle da sociedade sobre estes atos.

A troca de experiências e o conhecimento de ações e atividades que órgãos similares já desenvolvem também estão na pauta do encontro. “É preciso universalizar as experiências que cada uma das imprensas desenvolve, desde a Imprensa Oficial da União às imprensas oficiais dos estados, da gente conhecer um pouco mais do que alguns já estão fazendo e eles também conhecerem o que a gente está fazendo”.

Pará – Uma das experiências que serão levadas pela atual gestão no Pará é a veiculação do Diário Oficial do Estado (DOE) somente online, já que a última versão impressa foi publicada no dia 28 de fevereiro. A medida seguiu as tendências de modernização das Imprensas Oficiais que já investiram em versões digitais e deve gerar uma economia de cerca de R$ 2 milhões para os cofres do estado. Por ano, ano, a Ioepa gastava em média 30 toneladas de papel para imprimir o DOE e o Diário da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa).

Segundo Panzera, outra novidade é a criação da editora pública, um projeto da atual gestão cuja formatação já está sendo discutida com representantes das entidades culturais de todo o estado, para a formulação de uma política de edição e impressão definida e que atenda às necessidades da sociedade paraense.

Panzera também falará das propostas de ampliação do Livro Solidário, projeto executado pela Ioepa, que consiste na promoção de campanhas de arrecadação de livros para doação às bibliotecas comunitárias.

Programação – A programação de quinta-feira segue com apresentação da implantação do sistema informatizado de envio de matérias da Imprensa Oficial do Estado do Maranhão, o e-Doema, e palestra sobre a criação da Empresa Paraibana de Comunicação.

Na sexta-feira, 29, serão apresentadas as tendências da comunicação digital no segmento gráfico, da Empresa Gráfica da Bahia, a automação do Diário Oficial eletrônico e aplicativo, com o superintendente da Imprensa Oficial do Mato Grosso, Roberto Sarto, e as novas oportunidades da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas. Ao final do encontro, os gestores farão visita à Empresa Gráfica da Bahia.

Ascom/IOEPA

Leia mais

Publicidade