Mineradora Vale se consolida como a maior exportadora de minério de ferro do mundo, após perder título com a tragédia de Brumadinho

Atualmente, embarques de minério de ferro pela Vale estão acima dos da Rio Tinto pela primeira vez após Brumadinho, com base numa média móvel de três semanas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Desde que perdeu a primeira posição como maior fornecedora de minério de ferro do planeta, em virtude do rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, a mineradora Vale alcançou essa marca, ultrapassando uma de suas maiores concorrentes, a Rio Tinto.

A Vale conseguiu manter suas atividades mesmo com o cenário da pandemia da Covid-19, encarando apenas uma única grande parada de operação. A mineradora também está se movendo para reativar a produção nas minas fechadas após a tragédia de Brumadinho.

Segundo Colin Hamilton, diretor-gerente de pesquisa de commodities da BMO Capital Markets, dados preliminares de embarques mostram que as exportações da matéria-prima siderúrgica pela Vale atingiram o maior nível em um ano.

O executivo complementa que os embarques da Vale atualmente estão acima dos da Rio Tinto pela primeira vez após Brumadinho, com base numa média móvel de três semanas.

As três grandes companhias que atuam significativamente no comércio marítimo de minério de ferro são a Vale, Rio Tinto e BHP e elas estão transportando acima de 300 milhões de toneladas por ano, afirmou Hamilton. (As informações são da Click Petróleo e Gás)