Marido mata mulher com tiro na cabeça e se mata em Marabá

A tragédia, ocorrida no início da noite desta quinta-feira, abalou o Bairro Santa Rosa, onde o casal era bastante conhecido
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma tragédia familiar abalou, na noite desta quinta-feira (28), o Bairro Santa Rosa, no Núcleo Pioneiro. Na Rua Marabá, Gledson Marcelo Pereira Alves, 36 anos, matou a mulher dele, Charlene da Silva Oliveira, 32, com um tiro na cabeça. Depois, atirou contra o próprio crânio e também morreu, instantaneamente. O homicídio seguido de suicídio, aconteceu por volta das 19h. O casal deixa dois filhos órfãos.

Charlene Oliveira era funcionária, de uma loja de confecções da Avenida Antônio Maia e Gledson Alves, que aniversariou na quarta-feira (27), trabalhava como monitor no Ciam (Centro de Internação do Adolescente Masculino).

Segundo informações colhidas pela polícia com os vizinhos do casal, ambos sofriam de depressão. O motivo da tragédia será investigado pelo Departamento de Homicídios da 21ª Seccional Urbana.

A Polícia Militar foi a primeira a chegar ao local, onde um revólver calibre 38, com duas balas deflagradas estava entre o casal. O crime ocorreu no quintal da casa do casal, pessoas bastante conhecidas no bairro.

(Caetano Silva)