Marabá: Violência doméstica leva cinco para a cadeia

Foram quatro prisões em flagrante e uma preventiva. Os casos ocorreram entre o final e semana e hoje, em cinco bairros de dois núcleos habitacionais
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Delegado Márcio fala sobre prisão de mais um agressor de mulheres em Marabá

Continua depois da publicidade

Entre o final de semana e hoje (23), nada menos de cinco homens foram presos por crimes relacionados a violência doméstica em Marabá. Quatro foram pegos em flagrante pela Polícia Militar e apresentados na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil; e um deles, capturado hoje, foi alvo de prisão preventiva justamente porque descumpriu medidas protetivas determinadas pela Justiça. O preso de hoje se chama Eli Carlos Everton Rodrigues.

Segundo o delegado Márcio Brasil Maio, diretor interino da Seccional, além de ter descumprido as medidas protetivas de urgência, Eli Carlos também ameaçou sua ex-companheira, diante do que ela acionou a Polícia Judiciária. Por conta disso, a Polícia Civil confeccionou pedido de preventiva, que foi expedido pelo juiz e o cumprimento se deu no bairro Km 7, periferia da Nova Marabá.

No final de semana, o primeiro a ser preso foi Edivan de Jesus Satiro, acusado agressão a sua ex-mulher, na residência do casal, no bairro Infraero, Cidade Nova. Segundo a vítima, ele estava e quebrou vários objetos da casa, inclusive a televisão. Edivan confessou os danos, mas negou as agressões.

Outro preso foi Luiz da Silva Costa Júnior, na Folha 23 (Nova Marabá), que ameaçou matar sua companheira e entrou em casa para pegar um facão, mas a mulher foi mais rápida e o trancou dentro de casa e chamou a polícia. Quando a guarnição da PM chegou ele já estava trancadinho dentro de casa.

Na tarde de sábado, no Bairro Independência (Cidade Nova), a PM prendeu Vergno Alves Farias Filho, acusado ameaçar sua ex-namorada como uma faca. Ele jogou a arma fora quando a polícia chegou, mas os militares encontraram.

Por volta das 3h da madrugada de domingo, no Bairro Bom Planalto (Cidade Nova), foi preso Thiago Freitas Mulato. Além de ter sido acusado de dar um tapa na sua companheira, na presença de testemunhas, ele ainda disse que acertará as contas com ela quando sair da cadeia.

Publicidade