Manifestantes bloqueiam a estrada de acesso à Mina do Sossego, da Mineradora Vale

Acampados ligados à FETRAF cobram da mineradora Vale o remanejamento das famílias para outra área
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Integrantes do Acampamento Nova Conquista ligados à Federação de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (FETRAF) interditaram a estrada de acesso à Mina do Sossego, na Vila Bom Jesus, na zona rural de Canaã. Eles atearam fogo em pneus para bloquear o tráfego de veículos nos dois sentidos da via.

O protesto começou por volta das cinco da manhã. Os acampados cobram da Vale o remanejamento de mais de 180 famílias. Segundo a coordenação do movimento, há três anos representantes da Vale e do Incra – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – teriam assinado um documento onde se comprometiam em encontrar uma área para as famílias morarem, Mas, segundo os manifestantes, nenhuma providência foi tomada.

Durante o bloqueio apenas os veículos de pequeno porte tiveram autorização para seguir viagem. Uma fila de caminhões se formou logo cedo na rodovia e até o ônibus da Vale foi impedido de seguir até a mina. Os manifestantes informaram que vão continuar com o protesto até que a situação das famílias sejam definidas.

O Incra informou que a área não é pública e nem objeto de desapropriação por parte do órgão, mas já tem conhecimento da situação e aguarda a orientação da Ouvidoria Agrária Nacional.

A empresa Vale negou que tenha feito qualquer acordo com a Fetraf para a remoção das famílias acampadas na área próxima da interdição. Ainda de acordo com a mineradora, foi iniciada uma tentativa de diálogo com os manifestantes, mas como o movimento decidiu por continuar com o bloqueio, a Vale já tomou medidas judiciais para a desobstrução da via.

Publicidade