Live “Cultura e Conectividade” reunirá 50 artistas em Canaã dos Carajás

Evento será realizado de 5 a 9 de maio pela AMCETAC e COOAFAC com recursos do Fundo Municipal de Cultura.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Cooperativa Agroecológica da Agricultura Familiar de Canaã dos Carajás (COOAFAC) foi a entidade selecionada pelo edital de chamamento público da Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Funcel) para realizar uma live musical no município. A iniciativa, que conta com recursos de R$ 100 mil do Fundo Municipal de Cultura, tem objetivo de garantir apoio financeiro aos músicos e trabalhadores artísticos que perderam renda por causa da pandemia da covid-19.

A Live ‘Cultura e Conectividade – O show não pode parar’ vai reunir 50 músicos e trabalhadores artísticos entre os dias 5 e 9 de maio, com transmissão ao vivo pela página oficial do Facebook da AMCETAC (Associação de Músicos, Casas de Eventos e Trabalhadores Artísticos) e COOAFAC. O evento conta também com apoio do Conselho Municipal de Políticas Culturais, da Prefeitura de Canaã através da FUNCEL e do Programa Pacto por Canaã dos Carajás.

O Diretor Administrativo da COOAFAC, Fabio Collins Costa, explicou que apesar dos músicos se organizarem em uma associação, era necessário que a entidade fosse credenciada no Conselho Municipal de Políticas Culturais e ter, no mínimo um ano de existência, com cadastro ativo. “Então disponibilizamos a COOAFAC porque também temos a expertise de trabalhar com cultura. A COOAFAC concorreu com outras duas entidades, mas nós conseguimos ter êxito no processo. Já assinamos o termo de cooperação, estamos fazendo divulgação e já fizemos contratação com a produtora”, ressaltou Collins.

Segundo a cooperativa, metade dos recursos destinados à Live vai atender cerca de 50 músicos. Outras 38 pessoas ficaram de fora do projeto musical e posteriormente, devem ser incluídas numa próxima ação. “É uma maneira da COOAFAC, que atua junto aos Conselhos Municipais, ajudar nossa sociedade canaense”, finalizou Fabio Collins.

Por Dayse Gomes

Publicidade