Acidente ou feminicídio: Jovem morre com um tiro na cabeça em Canaã dos Carajás

Marido da vítima deve se apresentar nesta segunda-feira (03) na Delegacia da Polícia Civil. Ele é o autor do disparo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

João Paulo Lopes Valandro, de 21 anos, deve se apresentar nesta segunda-feira (03) na Delegacia da Polícia Civil de Canaã dos Carajás. Ele é o autor do disparo que atingiu a cabeça de Géssica Carolina Bandeira Silva, de 20 anos, segundo a polícia. O caso aconteceu na Agrovila Nova Jerusalém, zona rural de Canaã, na tarde do último sábado (01).

Vizinhos relataram que João Paulo alegou que matou a esposa acidentalmente, com uma espingarda. A polícia foi acionada e encontrou a jovem já morta. O marido da vítima não estava no local.

João Paulo

O delegado da PC, Jorge Carneiro, aguarda o depoimento de João Paulo para tentar esclarecer o que aconteceu com o casal no dia do disparo. “A dúvida aqui é saber se ele agiu com dolo ou com culpa. Estamos investigando se havia motivos para ele matar a companheira. Nesse caso seria feminicídio. Ou se ele realmente agiu com negligência na condução da espingarda, atingindo a vítima de forma acidental, então seria homicídio culposo”, destacou Carneiro.

Parentes informaram que o casal tinha uma criança pequena e, aparentemente, apresentava uma relação tranquila.

Por Dayse Gomes

Publicidade