LÍDER É ASSASSINADO EM ACAMPAMENTO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O líder sem-terra Raimundo Nonato Costa Silva, o “Raimundo Italiano”, 54 anos, coordenador do acampamento Carajás, situado na fazenda Santo Antônio, próximo à Vila Cedere I, zona rural de Parauapebas, foi assassinado com um tiro na nuca. Seu companheiro de luta, Raimundo Nonato dos Santos, o “Raimundo do Bar”, 19, também foi baleado e se encontra em estado grave no Hospital Municipal de Parauapebas (HMP).
O atirador ainda não foi identificado pela polícia. O crime aconteceu por volta das 17h de quinta-feira, a poucos metros da sede da fazenda, quando os dois se dirigiam em uma moto Twister preta, para uma suposta reunião no acampamento da fazenda Juazeiro.
Segundo informações levantadas pela polícia, na hora do ocorrido, Raimundo Italiano se dirigia para o acampamento vizinho, quanto foi abordado pelo pistoleiro, que atirou na cabeça de “Raimundo Italiano” e no seu companheiro, que guiava a moto. Mesmo ferido, “Raimundo do Bar” seguiu até ao acampamento, onde comunicou o ocorrido aos seus companheiros.
O grupo de sem-terras acredita que seu líder tenha sido morto por vingança, a mando dos fazendeiros, pois a vítima vinha sendo ameaçada de morte. De acordo com o delegado José Aquino, uma equipe de investigadores foi até o local, para apurar informações. O caso foi comunicado ao delegado Oberone, da Delegacia de Conflito Agrário (Deca), que irá investigar o crime.

(Caetano Silva/ Diário do Pará)
Publicidade

Posts relacionados