Marabá

Juiz autoriza que ex-deputado federal Asdrúbal cumpra pena em Marabá

O juiz Lucas Nogueira Israel, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, autorizou o ex-deputado federal paraense Asdrúbal Bentes a cumprir pena em casa em Marabá. O ex-parlamentar …

Asdrubal

O juiz Lucas Nogueira Israel, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, autorizou o ex-deputado federal paraense Asdrúbal Bentes a cumprir pena em casa em Marabá. O ex-parlamentar está em prisão domiciliar desde março por causa da condenação por esterilização irregular de eleitoras.

Ele foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a uma pena de 3 anos, 1 mês e 10 dias. No Brasil, as penas inferiores a quatro anos devem ser cumpridas no regime aberto, na casa do albergado. Mas, como em Brasília não existe casa do albergado, o juiz autorizou a prisão domiciliar. A autorização de transferência para Marabá foi assinada ontem (08).

De Marabá, Patrick Roberto, do Correio do Tocantins, informa que o ex-deputado desembarca no Aeroporto de Marabá nesta quinta-feira, dia 10 de abril, e deverá ser recepcionado por centenas de amigos, correligionários e admiradores, às 11 horas. Ainda segundo Patrick, um grupo está se organizando para lhe prestar solidariedade e uma homenagem pelos anos que dedicou a representação do sul e sudeste do Pará na Câmara Federal, como o parlamentar que mais trouxe recursos para a região em mais de duas décadas. Ontem, o mesmo grupo de amigos já espalhou outdoors pela cidade com mensagens solidárias a Bentes.

Do aeroporto, o ex-deputado será acompanhado em carreata até a sua residência, no Bairro São Félix.

5 comentários em “Juiz autoriza que ex-deputado federal Asdrúbal cumpra pena em Marabá

  1. Carla Responder

    Foi condenado porque deve a justiça,e tem que pagar pelo seu delito como qualquer cidadão sem regalias,está plantado no nosso país uma cultura de troca de favores,é voto em troca de cesta básica,por cirurgias,e por isso que esses politicos não fazem nada a favor da população,porque depois que ganha tem na cabeça que não deve nada,pois já foram comprados antes.Isso é ILEGAL E IMORAL também!!!

  2. SUPERANÔNIMO Responder

    Não se pode considerar que Asdrubal seja ficha suja(ficha com ch). Já comentei aqui antes que o crime dele foi proporcionar cirurgia a quem o procurou espontaneamente, quando o SUS não resolveu. É ilegal mas não imoral. Isto é feito a todo minuto por este Brasil de pobreza. Quem deveria estar com prisão perpétua são os roedores da PeTrobras. Os que jogam dinheiro fora investindo em Cuba, África, Eike Batista, Venezuela.
    São os parceiros da Cristina da Argentina, do Indio Cocaleiro Morales da Bolívia. Ir para PAPUDA e nunca mais voltar.

    • amansa lôco Responder

      tô contigo,deveríamos fazer um busto para o nobre deputado em cada esquina,pena que foram só 13 as mulheres que ele ajudou,no Brasil da miséria teriam que ser feitas milhões de laqueaduras por ano,quem sabe assim teríamos menos bolsistas esmolas para votar nessa petralhada toda…

  3. anonimo Responder

    isso e uma brincadeira que um deputado fixa suja compre a pena em casa a justiça desse pais e uma piada de mal gosto

Deixe seu comentário