Itupiranga atinge quase 100% de cobertura vacinal contra febre aftosa

O município, localizado no sudeste do Pará, atingiu 98,52% da cobertura vacinal do seu rebanho bovino e bubalino na primeira fase da campanha, realizada de maio a junho deste ano
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O município de Itupiranga, no sudeste do Pará, atingiu quase 100% da cobertura vacina do seu rebanho bovino e bubalino contra a febre a aftosa na primeira etapa da campanha de imunização contra a doença em 2020, realiza de maio a junho. O município atingiu 98,52% de cobertura vacinal do rebanho.

O dado foi divulgado esta semana pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará). De acordo com a agência, a meta inicial era atingir 100% do plantel, estimado em 659.449 bovinos e 237 bubalinos, mas já foi um grande avanço se aproximar da meta estabelecida logo na primeira etapa da campanha este ano.

Segundo o prefeito da cidade, José Milesi, os pecuaristas entenderam a importância de fazer a imunização de seus rebanhos e a meta é chegar a 100% de cobertura vacinal do rebanho local. “Tivemos grande mobilização de nossos pecuaristas, que foram responsáveis pela vacinação, garantindo ao nosso município a sanidade do rebanho”, frisa o gestor.

Este ano, devido às medidas restritivas por conta da pandemia do novo coronavírus, alguns criadores tiveram dificuldade em adquirir vacinas dentro do tempo estabelecido de vacinação, por isso houve prorrogamento da campanha até 30 de junho e os pecuaristas tiveram até 15 de julho para fazer a notificação à Adepará.

A imunização abrangeu todos os municípios paraenses, exceto o Arquipélago do Marajó e as cidades de Faro e Terra Santa, no Baixo Amazonas, que possuem etapas de vacinação específicas.

A meta era imunizar mais de 20 milhões de bovinos e 166 mil bubalinos. O Pará possui o status sanitário de zona livre da febre aftosa com vacinação.

Por isso, a Adepará tem se comprometido a cumprir as medidas estabelecidas pelo Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação de Febre Aftosa (Pnefa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

(Tina Santos)

Publicidade