Irmãos mantinham miniarsenal em casa em Curionópolis

Eles foram denunciados anonimamente para a Polícia Militar, acusados de estarem vendendo armas clandestinas. Porém dizem que apenas consertam armas para pessoas da zona rural
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por volta das 11h50, de ontem, sexta-feira (19), a Polícia Militar prendeu, por posse ilegal de arma de uso restrito e outros tipos de armamento, os irmãos Francimar Gomes Evangelista, 30 anos, e Francelir Gomes Evangelista, 25. Eles foram presos em uma casa da Rua Macaúba, em Curionópolis.

A polícia chegou até os acusados após denúncia realizada no dia anterior (18), dando conta de que um indivíduo estaria comercializando armas de fogo de vários calibres naquele município. Com base nas informações, o serviço de Inteligência do 23° Batalhão de Policia Militar, de Parauapebas, realizou levantamento onde constatou a veracidade da denúncia.

Indagados sobre a origem das armas, os irmãos informaram que fazem apenas manutenção em espingardas para colonos. Entretanto, com eles, a polícia apreendeu um revólver calibre 38, uma pistola calibre 380, um fuzil calibre 7,62, uma espingarda calibre 12, cinco rifles calibre 22, duas espingardas calibre 20 e três espingardas de fabricação caseira, além de munições de vários calibres.

Mediante o flagrante e todo material bélico e como nenhuma das armas tem registro, os acusados foram encaminhados e apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Curionópolis.

(Caetano Silva)