Irados com “calote” do prefeito, servidores fecham rodovia Transamazônica, em Marabá

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

ponte bloqueada 2Mais de 300 servidores municipais estão desde o início da manhã desta quinta-fera realizando  bloqueio das duas pistas da Rodovia Transamazônica, em frente ao Fórum de Marabá. Eles reivindicam o pagamento dos salários de novembro, 13º salário e dizem que descobriram que o gestor municipal, Maurino Magalhães de Lima, não pagará também o salário de dezembro.

O protesto iniciou por volta de 9 horas, quando os servidores fecharam as duas pistas que dão acesso às pontes sobre o Rio Itacaiúnas. Em dez minutos, a fila que se formou de um dos lados da rodovia chegou ao perímetro de 2 km.

Os servidores exigiam uma audiência com a juíza Maria Aldecy de Souza Pissolati, titular da 3ª Vara Cível da Comarca de Marabá para que ela voltasse atrás de sua decisão e mandasse bloquear as contas da Prefeitura para que o gestor não desse prioridade nos pagamentos aos fornecedores, como vem fazendo, e pague os servidores.

Servidores atearam fogo em pneus em frente ao Fórum da cidadeA juíza não apareceu ao Fórum no início desta manhã, mas os servidores foram chamados para uma reunião com representantes da Secretaria Municipal de Finanças.

A reunião está acontecendo neste momento, mas um grupo permanece na rodovia, tendo liberado uma das pistas, apenas. “Vamos continuar aqui até termos o dinheiro depositado em nossas contas”, garantiu o servidor José de Azevedo Dutra.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura, instada a se pronunciar sobre o caso, ainda não divulgou nota à Imprensa.

Publicidade

Relacionados