Informação valiosa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Causa preocupação o vazamento pelo IBGE, pouco mais de 12 horas antes do horário oficial, do índice de inflação (IPCA) de outubro. O indicador apareceu “escondido” no site do IBGE por volta das 17h da quinta, mas a divulgação oficial ocorreria às 9h de sexta. Segundo técnicos do órgão, não foi a primeira vez que a segurança dos dados foi comprometida.

Desde junho, quem soubesse procurar poderia ter acessado, com antecedência, 63 indicadores relativos, entre outros tópicos, a inflação, produção industrial, emprego, PIB e vendas no varejo. O site teria registrado em torno de 1.200 acessos neste período.

O fato é grave e merece apuração rigorosa, pois trata-se de informação privilegiada que possibilita ganhos milionários, senão bilionários, no mercado financeiro.

O mercado trabalha com projeções para os principais indicadores econômicos. Desvios em relação a essas previsões podem causar movimentação significativa de preços dos ativos financeiros. Um resultado de inflação acima do esperado por analistas, por exemplo, tende a pressionar para cima as taxas de juros nos contratos futuros negociados na Bolsa.

Também as deliberações do Banco Central sobre a taxa de juros estão sob suspeita. Analistas interpretam mudanças nos contratos de juros de certas pessoas físicas na Bolsa como um indicador útil do que poderá ser decidido.

A possibilidade de ganhos rápidos e vultosos pode levar à corrupção e à promiscuidade entre agentes públicos e instituições privadas.

No IBGE, desde 2007 dados relevantes são apresentados a um grupo pequeno de autoridades apenas duas horas antes de sua liberação pública -para minimizar o risco de vazamento. Mesmo assim, pouco se sabe sobre o nível de segurança ao longo do processo de preparação das estatísticas.(FSP)

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) policia o mercado de capitais e combate o uso de informações privilegiadas de empresas. É preciso que esse tipo de vigilância se estenda às instituições públicas e privadas responsáveis pela divulgação de informações econômicas que podem propiciar ganhos.

Publicidade

Posts relacionados