IFDM de Parauapebas é o maior do Pará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A FIRJAN – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – publicou a pouco o IFDM – Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal, edição 2010, relativa aos dados oficiais de 2007. A metodologia pioneira e única do IFDM distingue-se por ter periodicidade anual, recorte municipal e abrangência nacional. Estas características possibilitam o acompanhamento do desenvolvimento humano, econômico e social de todos os 5.564 municípios brasileiros de forma objetiva e com base exclusiva em dados oficiais relativos às três principais áreas de desenvolvimento: Emprego&Renda, Educação e Saúde.

Uma das vantagens do IFDM é permitir a orientação de ações públicas e o acompanhamento de seus impactos sobre o desenvolvimento dos municípios – não obstante a possibilidade de agregação por Estados. Deste modo, constitui-se uma importante ferramenta de gestão pública e de accountability democrática.

Segundo o índice publicado, o município brasileiro que alcançou o maior índice foi Araraquara, no Estado de São Paulo, com 0,9349 de média.

No Pará, Parauapebas é o primeiro colocado no ranking (veja tabela abaixo). Mesmo com médias pífias em educação e saúde, o município se sobressai no tocante ao índice de emprego e renda, elevando a média geral e colocando-o bem à frente dos outros, em 311º no Brasil. 

Ranking dos 10 primeiros municípios paraenses na tabela FIRJAN do IFDM

Ranking(PA

Ranking (BR)

Município

IFDM

Emprego & Renda

Educação

Saúde

311º Parauapebas 0,7825 0,9432 0,6941 0,7102
486º Belém 0,7575 0,8814 0,6184 0,7726
867º Barcarena 0,7240 0,8314 0,6224 0,7181
1212º Tucuruí 0,7010 0,7589 0,6209 0,7233
1325º Ananindeua 0,6943 0,7372 0,5817 0,7639
1355º Ourilândia do Norte 0,6921 0,8591 0,5677 0,6495
1788º Canãa dos Carajás 0,6690 0,6330 0,6850 0,6888
1850º Marabá 0,6659 0,8332 0,5773 0,5873
2213º Xinguara 0,6488 0,6639 0,5524 0,7299
10º 2285º Redenção 0,6442 0,6824 0,6263 0,6240

Fonte: FIRJAN

[ad code=3 align=center]

Publicidade