Parauapebas

Identificado morador de rua que morreu atropelado por ônibus

Foi identificado no final da tarde de ontem, em Parauapebas, o morador de rua conhecido como “Aurélio”, que morreu por volta da madrugada de ontem quarta-feira (2), atropelado por um ônibus que faz viagens para Goiânia (GO) cujo motorista, Rogério Rodrigues Ribeiro, 43 anos, não teve culpa, pois não sabia que havia alguém debaixo do veículo. Em verdade, homem se chamava Valério Alves Pinto, 37 anos, era natural de Conceição do Araguaia, e filho Joana Alves Pinto.

A pastora e jornalista Mel Nascimento, que ajuda moradores de rua na cidade, com alimentação e apoio espiritual, foi quem procurou o IML com o documento de identidade do homem e, com a ajuda de um advogado, reivindicou o corpo. Caso contrário, Valério teria sido sepultado como indigente.

Segundo Mel, que providenciou o sepultamento dele, ocorrido na manhã desta quinta-feira (3), Valério era filho adotivo e, devido ao alcoolismo, saiu de casa e foi viver nas ruas. Ela foi informada, por outros moradores de rua que, na noite de terça-feira (1º), Valério entrou sob o ônibus apenas para se abrigar de uma chuva que começou a cair, mas, acabou dormindo e foi vítima de uma fatalidade.

(Caetano Silva)

Deixe seu comentário