Identificado e preso autor de tentativa de homicídio na noite de ontem em Parauapebas

A Polícia Civil investigou e, em menos de 24 horas, chegou ao atirador, que foi preso em casa no Bairro Cidade Jardim
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A equipe de plantão na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, sob o comando do delegado Nelson Alves Júnior, prendeu, na tarde desta segunda-feira (7), Wellington da Silva Albino, 20 anos, identificado como o autor de disparos de arma de fogo contra Hemerson Conceição da Silva, 19 anos, na noite de ontem, domingo (6), nas proximidades de um bar localizado na esquina das ruas F e 10, próximo aos Correios, no Bairro Cidade Nova.

Ele foi capturado em casa, na Rua F-24, Bairro Cidade Jardim. A foto de Wellington Albino, também conhecido como Neném, foi mostrada para Hemerson, que o reconheceu imediatamente como a pessoa que tentou matá-lo.

De acordo com e delegado Nelson Alves Júnior, o acusado negou que fosse o atirador, mas foi desmentido por imagens de câmeras de segurança do perímetro em que aconteceu o atentado e também pela vítima, com quem esteve frente a frente.  

Hemerson foi internado na noite de ontem, domingo (6), no Hospital Municipal de Parauapebas, após ter sido atingindo por dois tiros, um no abdômen e outro no braço, por volta das 21 horas. O baleamento ocorreu durante uma briga em frente ao bar onde dezenas de pessoas assistiam o jogo Remo e Paysandu.

De acordo com a polícia, a briga era entre membros de facções inimigas. Emerson, percebendo a situação desfavorável, saiu correndo do local e ainda chegou a percorrer quatro quarteirões, mas, perseguido pelos adversários, foi alcançado e baleado no baixo ventre e no braço direito.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado e removeu o jovem ao hospital.

(Caetano Silva)