Homem embriagado entra sangrando em Delegacia de Polícia de Parauapebas

Ele dizia o tempo todo que foi baleado e esfaqueado e nem sequer soube informar o nome. Foi conduzido e está internado no hospital público
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um caso inusitado ocorreu por volta das 6h40 desta terça-feira (12) na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas. Investigadores e demais funcionários de plantão foram surpreendidos com a chegada de um homem se esvaindo em sangue. Ele disse que foi esfaqueado e baleado, mas não informou onde o caso aconteceu. Sangrando muito e com cortes nos pulsos, o homem deixou a todos que estavam na Depol sem saber o que fazer, uma vez que estava bastante embriagado e dizia frases sem sentido, uma hora repetindo que tinha sido baleado e esfaqueado e outra hora, que não tinha feito nada.

Um dos policiais chamou o Samu e o resgate do Corpo de Bombeiros, mas não conseguiu retorno e pediu socorro, via rádio, ao Centro de Controle Operacional (CCO). Minutos depois chegaram à delegacia duas ambulâncias, uma do Corpo de Bombeiros e outra do Samu.

Socorrido pelo Samu, o homem, ainda não identificado, foi encaminhado ao Hospital Geral de Parauapebas, sem que se soubesse ao certo o que aconteceu. Informações de terceiros dão conta de que, minutos antes de entrar na delegacia, ele foi visto correndo e deixando o rastro de sangue na Rua 84, Bairro Jardim Canadá.

A reportagem tentou falar com o motorista e também socorrista do Samu para saber se havia alguma perfuração de arma branca ou de bala no corpo do desconhecido, porém, grosseiramente, ele respondeu que não sabia.

(Caetano Silva)

Publicidade