Helenilson Pontes entrega residencial e visita obras em Marabá

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Da Agência Pará de Notícias

O governador em exercício Helenílson Pontes entregou, nesta terça-feira, 2, à população do bairro Francisco Coelho, considerado o mais antigo do município de Marabá (sudeste paraense), a primeira etapa do Residencial Itacaiúnas, com 48 unidades habitacionais e toda a infraestrutura de urbanização, incluindo abastecimento de água, esgotamento sanitário, vias pavimentadas, drenagem e rede de energia elétrica. O residencial também conta com área de caminhada, playground para crianças, quadra de esporte polivalente e uma orla de 300 metros com vista para Rio Itacaiúnas.

Helenílson Pontes, que está na cidade desde segunda-feira, 2, com uma comitiva formada por secretários de Estado e lideres políticos da cidade e região visitando obras e anunciando investimentos, frisou que a entrega do residencial foi um dos compromissos assumidos pela atual gestão com a população marabaense. Ele lembrou que, ao assumir o Governo do Pará, Simão Jatene determinou a sua equipe de governo que todas as obras paralisadas fossem retomadas e entregues à população.

“Essa é uma obra que tinha uma situação complicada quando assumimos o Governo do Estado, pois estava paralisada e sem perspectivas. Graças a um empenho coletivo hoje resgatamos mais um compromisso assumido pelo governador Simão Jatene não só com os moradores do Francisco Coelho, mas também com toda a população de Marabá”, reforçou.

Fruto de um financiamento firmado junto à Caixa Econômica Federal, em 2007, por intermédio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a obra ficou paralisada nos três anos seguintes. Neste período, cerca de 70 famílias foram desalojadas de seus imóveis e passaram a receber auxílio moradia. Uma delas foi a da dona de casa Lídia Furtado, de 33 anos. Ela vivia com o marido e as duas filhas em uma casa de madeira e recebeu as chaves de sua nova residência do governador durante a cerimônia. “É um sonho realizado, pois esperamos muito tempo. O espaço está bem cercado, protegido, do jeito que imaginei”, disse.

Ao assumir a execução da obra, o titular da Secretaria de Integração Regional e Desenvolvimento Urbano (Seidurb), Márcio Síndola, informou que foi necessário refazer o projeto, devido a problemas técnicos. Para o secretário, o residencial representará uma transformação não só na estrutura do bairro, mas também na vida de todos os moradores. “Essas pessoas foram remanejadas, tinham um sonho e por um momento viveram um pesadelo por acharem que não iriam ter suas casas de volta. É uma alegria enorme, não só poder entregar um conjunto habitacional com uma estrutura de qualidade, mas acima de tudo, resgatar a cidadania de todas essas pessoas”, frisou.

A segunda etapa, que será concluída até dezembro, prevê mais 20 unidades habitacionais e a finalização da urbanização, com a construção de uma praça de alimentação, que deverá valorizar a culinária regional, e outra praça de entretenimento, com quatro quiosques. Também estão previstas 1.100 novas ligações de água e outras 1.100 fossas sépticas, permitindo tratamento de água e coleta de esgoto adequada para todos os moradores do bairro Francisco Coelho. As obras da segunda etapa devem ser iniciadas em maio.

Saneamento

Ainda em Marabá, o governador em exercício visitou as obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário. Acompanhado pelo presidente da Companhia de Habitação do Pará (Cosanpa), Antônio Braga, e de secretários de Estado, Helenílson percorreu os dois módulos da Estação de Tratamento de Esgoto, que está sendo construída no bairro Amapá e que deverá atender todo o núcleo da Cidade Nova. Segundo Antônio Braga, a obra deverá beneficiar 60 mil pessoas. “Com essa obra, Marabá será a cidade paraense com a maior cobertura de tratamento de esgoto”, destacou.

Além da implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário, que deverá ser entregue em 2014, a Cosanpa também deverá ampliar em 20% o abastecimento de água em Marabá. “A cobertura de esgoto, que atualmente não existe, contemplará cerca de 33% de toda a população da cidade. Em termos de abastecimento de água, a cobertura passará de 50 para 70% já em julho deste ano”, acrescentou Antônio Braga. As duas grandes obras somam investimentos de R$ 120 milhões.

Durante a agenda do governador em exercício, o deputado estadual Tião Miranda, que acompanhava a comitiva, anunciou que o Governo do Estado arcará com a iluminação da duplicação da Rodovia Transamazônica (BR-230), no trecho entre a ponte do Rio Itacaiúnas e o Km 6. O projeto, que tem um custo de cerca de R$ 4,5 milhões, foi um pedido do próprio deputado ao governador Simão Jatene, já que a iluminação da rodovia não constava do contrato de duplicação firmado entre o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) e a Prefeitura de Marabá.

Publicidade