Governo renova a frota de viaturas da Polícia Civil do Estado

Helder também anunciou que o edital do concurso da polícia civil deve sair ainda neste trimestre com mais de 1400 vagas.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

“Estruturar e integrar os órgãos de segurança, construindo uma cultura de paz é prioridade para o Governo do Estado”, disse o governador Helder Barbalho, nesta manhã de quarta feira (05), no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, ao fazer a entrega oficial de 52 novas viaturas para a Polícia Civil, como parte do plano de renovação da frota.

O delegado Geral Alberto Teixeira ressalta que a maior parte será para o incremento da frota descaracterizada. Portanto, a renovação vai impactar diretamente o trabalho investigativo da polícia civil que depende desse tipo de veículo para fazer diligências.

“Hoje, temos a possibilidade de renovar nossa frota voltada para atividade fim e investigava. Nossa frota atual descaracterizada é de 57 veículos, e com essas 80 viaturas, teremos um plus de 27 a mais, e com um detalhe nos poderemos acrescer com mais 20 viaturas, ou seja, cem viaturas a mais no policiamento, quase o dobro do que existia, isso é muito importante, porque muitas das nossas unidades estão sem viaturas descaracterizadas para fazer investigações, que é efetivamente a missão da policia civil”, explica o delegado-geral.

Um dessas viaturas descaracterizadas foi destinada para a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), antigo Grupo de Pronto Emprego (GPE), que também recebeu mais 7 veículos padronizados e camuflados, para atuar na patrulha rural e em outras ações táticas de alto risco. “a finalidade é atender as diligências de alta complexidade, onde há meliantes de altíssima periculosidade, onde há um risco de confronto. Fale ressaltar que a CORE tem capilaridade em todo o estado do Pará e inclusive nas fronteiras, os crimes mais comuns que combatemos são àqueles que têm envolvimento de facções, de quadrilhas organizadas, são os de tráfico, roubo a banco e até mesmo crimes ambientais”, disse Elzamo Lobato, coordenador do CORE.

Durante a cerimônia, o delegado geral parabenizou o governo por investir em apenas um ano cerca de 23 milhões de reais na reestruturação da polícia civil.

“Tivemos unidades inauguradas, outras readequadas, também houve a aquisição de novos materiais de inteligência e outros para auxiliar nossos serviços. Em breve entregaremos a delegacia da sacramenta totalmente reformada e em um novo modelo que o Estado quer implantar.”

Tudo isso mostra o compromisso que o Estado tem em reconhecer e valorizar o trabalho de combate ao crime”, disse o delegado.

O Chefe do Executivo Estadual ressalta que o investimento faz parte de um plano estratégico de governo que pretende levar segurança aos quatro cantos do Pará. Destacando ainda a importância de destinar viaturas a municípios mais carentes de estrutura que precisam ser melhor atendidos.

“Estamos no caminho certo. Desde os primeiros dias de governo temos agido de maneira proativa, demonstrando planejamento, executando de maneira ágil e transparente iniciativas que permitem com que a nossa sociedade tenha a esperança de viver dias de paz. Fruto de um trabalho integrado que compõe todo o sistema de segurança pública”, ressalta o governador.

Helder também anunciou que ainda neste primeiro trimestre deve sair o edital do concurso público que destinará mais de 1400 vagas na polícia civil, dando condições para uma melhor qualidade no trabalho policial e mais capilaridade no serviço.

“Nós temos a obrigação de olhar por todas as regiões e por isso estamos ampliando o número de viaturas e fazendo o concurso público para ampliar o efetivo de policiais que hoje é menor  e está sobrecarregado diante da dimensão e demanda do nosso Estado.

Fonte: Agência Pará

Publicidade