Força estadual fecha garimpos e apreende armas e munições em Itaituba

Operação Amazônia Viva apreendeu também motosserras, motores e retroescavadeiras. Quatro pessoas foram detidas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Operação “Amazônia Viva” realizada pelas equipes da Força Estadual de Combate ao Desmatamento Ilegal fecharam dois garimpos clandestinos no município de Itaituba, região sudoeste do Pará. Também foram apreendidos uma retroescavadeira, três motosserras, motores utilizados na lavra de minério e até armamentos com as munições. A ação começou no domingo (21) e foi concluída na manhã desta segunda-feira-feira (22). Quatro pessoas também foram detidas e encaminhadas à delegacia.

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade, no primeiro garimpo foram encontrados e apreendidos duas motosserras, um revólver calibre 38 acompanhado de 05 munições do mesmo calibre, uma espingarda calibre 16 e 03 munições do mesmo calibre. Nenhum objeto tinha documentação que comprovasse a posse. No segundo ponto de garimpo foram apreendidas duas espingardas, sendo uma de calibre 20 (com 10 munições) e uma calibre 28 (com 03 munições).

Com a ação, sobe para três o número de garimpos fechados que exploravam ouro clandestinamente na região de Itaituba, em áreas próximas a Unidade de Conservação Floresta Nacional do Crepori.

Além de Itaituba, a operação foi realizada em Uruará, Medicilândia, Brasil Novo, Placas, Trairão, Novo Progresso, Castelo dos Sonhos, São Félix do Xingu e Altamira. O objetivo é coibir a retirada ilegal da floresta que apresentam taxas elevadas de desmatamento.

(Com informações da Semas)