Fiscalização apreende armas e carne de animais silvestres em Goianésia do Pará

Na operação realizada na noite de segunda-feira, 25, o alvo era coibir a pesca ilegal.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Armas de fogo, munições, artefatos de caça e carcaças de animais silvestres foram apreendidas durante uma fiscalização ambiental integrada no município de Goianésia do Pará, no início desta semana. Quatro pessoas foram conduzidas à Delegacia de Polícia Civil local.

“Estamos em operação por conta do período de defeso, o que caracteriza o período de reprodução do pescado. A pesca e a comercialização são totalmente proibidas. O objetivo é garantir a reprodução e manutenção dos estoques pesqueiros, tudo respaldado nas legislações ambientais federal e estadual”, explicou a gerente do Mosaico Lago de Tucuruí, do Ideflor-bio, Mariana Bogéa.

Na operação realizada na noite de segunda-feira, 25, o alvo era coibir a pesca ilegal. No entanto, os fiscais se depararam com um veículo suspeito na rodovia PA-150 em que havia quatro pessoas e uma carga ilegal com diversos animais mortos. Também havia 10 armas de fogo, 95 munições de diversos calibres, além de 11 artefatos de caça.

Os homens foram conduzidos à Delegacia local e devem responder civil e administrativamente pelo crime, uma vez que a caça é proibida no Brasil. A fiscalização contou com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), Polícia Militar e Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

Por Antonio Barroso – correspondente do Blog na região do Lago de Tucuruí

Publicidade

Relacionados