Figura carimbada da polícia cai mais uma vez, agora por tráfico de drogas e assalto

Thiago Moreira da Silva, o "Pikachu", abusou da sorte e foi flagrado com mais de meio quilo de marijuana, além de ter sido reconhecido por vítimas de assalto praticado por ele, um dia após o Natal
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Militar, por meio do Grupo Tático Operacional, prendeu, em flagrante, Thiago Moreira da Silva, de 21 anos, conhecido também como Pikachu. Ele guardava em um quarto de hotel, nas proximidades da rodoviária do Bairro Beira Rio, 505 gramas de maconha prensada. Na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil para onde foi conduzido, para piorar sua situação, o indivíduo foi reconhecido por vítimas de um assalto a uma loja de conveniências, ocorrido em 26 de dezembro passado.

Os policiais faziam rondas pelo Bairro da Paz, quando foram abordados por um transeunte denunciando que Pikachu estava vendendo maconha na área da feira do Bairro Rio Verde.

E, determinado a ver o indivíduo mesmo atrás das grades, o denunciante orientou os PMs do Tático, informando que, caso não mais encontrassem mais o acusado na rua, deveriam procurá-lo em um hotel próximo da rodoviária do Bairro Beira Rio.

Ao diligenciar pela área, de fato os PMs não avistaram Pikachu e se dirigiram ao hotel indicado pelo denunciante, onde o encontraram em um dos quartos, onde guardava a maconha embalada em dois pacotes. Ele ainda tentou negar que a droga lhe pertencia, mas não teve como provar.

Thiago da Silva, que já responde a três processos na Justiça, por crimes de assalto a mão armada e tráfico de drogas, foi levado à Delegacia de Polícia Civil, onde também já havia contra ele outra denúncia de assalto a mão armada.     

Na DP, Thiago, de fato foi reconhecido por várias vítimas do assalto ocorrido um dia após o Natal, em uma loja de conveniências do Bairro da Paz, que, quando souberam que ele estava preso, compareceram à Seccional para fazerem o auto de reconhecimento.

(Caetano Silva)