Marabá

Ex-cinegrafista de TV em Marabá é preso por abusar de menina de 11 anos

Depois de autuado em flagrante, o indivíduo Daniel Lima Cavalcante foi levado para uma das celas do CTMM – Centro de Triagem Masculina de Marabá – onde vai responder pelo crime de estupro de vulnerável conforme previsto no Artigo 217-A do Código Penal Brasileiro (CPB). Daniel, que é bastante conhecido na Imprensa local, onde já atuou como cinegrafista, é acusado de abusar de uma criança de apenas 11 anos de idade.

O caso chocou parentes e amigos dele e também da vítima, devido à proximidade entre as famílias. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, a vítima compareceu à 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil informando que o acusado havia tentado lhe estuprar. Como foi repelido, Daniel apenas conseguiu beijar-lhe a boca ao ponto de deixar hematomas roxos nos lábios da vítima de apenas 11 anos de idade, afora a prática de outros atos libidinosos.

“A vítima relatou ainda que havia sido constrangida a com ele manter relações sexuais por três vezes anteriormente, não revelando o ato aos responsáveis pelo fato de o algoz dizer que mataria a mãe dela caso viesse a confidenciar os abusos a alguém”, diz o relato da Polícia Civil sobre o caso.

A prisão em flagrante do acusado foi feita pelo delegado plantonista William Crispim, junto com os investigadores Acácio e Márcia.

Eles levaram Daniel à presença do juiz plantonista Marcelo Andrei Simão Santos, que manteve o flagrante do acusado. Ainda não foi possível ouvir a versão do ex-cinegrafista sobre as graves acusações que pesam contra ele. Parentes de Daniel temem que ele vá para o Crama, onde os presos não costumam receber bem quem comete esse tipo de crime.

Em sua página no Facebook, na véspera de sua prisão, em 26 de dezembro, Daniel Cavalcante publicou um texto que inicia com a seguinte expressão: “OGUM, o Orixá regente de 2019 vai COBRAR a Ferro e Fogo as injustiças, mazelas e erros que as pessoas fizeram, que Xangô expôs”.

E encerra com: “É preciso separar o joio do trigo e filtrar essas vibrações tão fortes”.

Seria um prenúncio da própria sorte?

Deixe seu comentário