Enchente desabriga primeiras 30 famílias em Marabá

Com o nível do rio perto dos 10 metros (Situação de Emergência), os primeiros atingidos pela enchente já começaram a deixar suas casas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Primeiras 30 famílias já foram atingidas pela enchente/Foto: Divulgação

Continua depois da publicidade

Às 17 horas desta segunda-feira (22), a régua fluviométrica do Rio Tocantins, em Marabá, assinalava a conta de 8,20 metros acima do nível normal. Ou seja, falta apenas 1,8 metro para o nível crítico (10). De acordo com a Defesa Civil, o nível é considerado normal para esta época do ano. O que preocupa é o volume de chuvas que tem caído sobre a cidade, enchendo principalmente o Rio Itacaiúnas e consequentemente o Tocantins.

Os primeiros atingidos pela enchente já começaram a montar acampamento em um galpão de uma instituição de ensino, no Núcleo Cidade Nova, devido à cheia do Rio Itacaiúnas. Dona Josefa Pereira, moradora do Bairro Carajás II, área ribeirinha, a enchente trouxe mazelas sociais, pois eles ainda não estão recebendo cestas básicas. Além disso, ela perdeu móveis e o barraco onde ela se abrigou com os três filhos não tem nem lona para protege-la.

Por meio de nota, a prefeitura de Marabá explicou que o município está em “alerta laranja”, com risco de alagamentos e transbordamento de rios. Diante da situação, a prefeitura afirma que equipes foram enviadas para limpar bueiros e retirar lixo de canais, para minimizar os prejuízos e acidentes. Mas, por outro lado, a situação das primeiras famílias atingidas pela enchente ainda não começou a ser resolvida. Por enquanto, a prefeitura já colocou banheiros químicos e esta semana deve dotar o abrigo improvisado de maior estruturado.