Emprego: agropecuária no Pará teve queda de 5,47% em 2015

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

agropecuária1O setor da agropecuária paraense teve queda de 5,47% na geração de empregos formais entre janeiro e dezembro do ano passado. A pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), divulgada na manhã desta segunda-feira (1º), foi realizada com base em dados do Ministério do Trabalho.

Segundo os números, de janeiro a dezembro de 2015, o setor agropecuário paraense fez 28.802 admissões, contra 31.911 desligamentos, gerando um saldo negativo de 3.109 postos de trabalho. Isso demonstra uma queda de 5,47% na geração de empregos com carteira assinada. A situação foi bem diferente em relação ao ano passado, quando o setor teve saldo positivo de 209 empregados. Somente no mês de dezembro de 2015, o cenário ruim apresentou decréscimo de 1,84%. Foram feitas 1.365 admissões, contra 2.363 desligamentos, gerando um saldo negativo de 998 postos de trabalho. 

Em relação aos estados da região Norte, a maioria apresentou saldo positivo no setor, com destaque para o Amazonas, com a geração de 428 postos de trabalho; seguido do Tocantins, com a geração de 385 postos de trabalho; Amapá, com a geração de 72 postos de trabalho; Rondônia, com a geração de 71 postos de trabalho; e de Roraima, com a geração de 57 empregos. No total, o Norte teve saldo negativo de 2.141 postos de trabalho, com queda de 2,16% na geração de empregos formais em 2015. (ORM)

Publicidade

Posts relacionados