Em ultimato de 2021, governo Darci prepara licitações para ano novo

Compra de artigos de cama, mesa, banho e colchões para abrigos; recarregamento de água mineral e gás de cozinha para projetos sociais; e aquisição de tenda para feirantes fecham ano
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A poucas horas do raiar de 2022, a administração do prefeito Darci Lermen está programando contratações de diversos serviços para janeiro. Editais de licitação ainda não foram publicados no portal da transparência municipal, mas o Blog do Zé Dudu apurou por outros meios que as secretarias de Assistência Social (Semas) e Urbanismo (Semurb) trabalharam durante a semana para fazer os processos andarem. Duas dessas licitações, na modalidade pregão eletrônico, devem ter conferência das propostas comerciais no dia 14.

A primeira contratação deve ser da empresa que fornecerá artigos de cama, mesa e banho, além de colchões, para os centros de acolhimento sob a batuta da Semas. A expectativa é de que 500 pessoas sejam alcançadas com a compra dos artigos, os quais serão direcionados ao Abrigo Esperança, ao Aconchego dos Idosos, ao Abrigo dos Indígenas Venezuelanos, ao Abrigo dos Moradores de Rua e à Residência Inclusiva. O pregão será exclusivamente direcionado para micro e pequenas empresas, microempreendedores e cooperativas.

Um dia antes, em 13 de janeiro, a Semas vai buscar fornecedor para reabastecimento de materiais de consumo, como água mineral (galão de 20 litros e copo de 200 ml) e gás de cozinha (de 13 kg e 45 Kg). Esses materiais são bastantes demandados pela pasta, que atende milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade em suas diversas unidades espalhadas pelo município.

Dados levantados pelo Blog do Zé Dudu junto ao CadÚnico, do Governo Federal, mostram que Parauapebas está encerrando 2021 com 56.096 habitantes em situação de pobreza ou pobreza extrema (miséria) — uma população total equivalente à da cidade de Jacundá. Muitas dessas pessoas não têm onde se abrigar tampouco o que comer.

Proteção para feirantes

Outra licitação programada para o dia 14, de responsabilidade da Semurb, visa à compra de tendas piramidais para dar suporte aos feirantes nos mais diversos serviços, como reforma, construção e manutenção do Mercado Municipal e feira itinerante da vila Paulo Fonteles. Ainda não é sabido o custo estimado para essa contratação, mas com tantas obras pela cidade, muitas das quais afetando o ganha-pão dos trabalhadores das feiras, a aquisição das tendas pode ser uma solução provisória para que os feirantes se mantenham na ativa.