Em Tucuruí, quatro fogem de presídio. Em Parauapebas, pila quase morre de taca

Para fugir, o quarteto usou cordas feitas com lençóis para pular o muro e escapar. No momento da fuga ninguém percebeu a movimentação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O domingo (10) foi de fuga no Centro de Recuperação Regional de Tucuruí. Quatro detentos do sistema semiaberto fugiram ao escalar o muro do prédio. As polícias Civil e Militar procuram Francimar Lima do Nascimento, Willas Santos Alves, Helton Jhon de Jesus Bezerra e Reginaldo da Silva Diniz.

A fuga aconteceu por volta de 13h30. Para escalar e pular o muro, o quarteto usou “Terezas”, cordas feitas de lençóis. Os agentes prisionais e a segurança não perceberam a movimentação. A fuga foi descoberta minutos depois, quando os quatro já estavam fora do alcance da segurança.

Guarnições da Polícia Militar foram chamadas para tentar capturar os fujões e policiais civis também acompanham o caso. Ontem, diversas incursões foram realizadas na tentativa de captura-los, porém sem êxito. As fotos dos detentos foram divulgadas na tarde de domingo.

Em Parauapebas, PM salva assaltante de linchamento

Em Parauapebas, Wanderson Ferreira dos Santos, 21 anos, quase foi linchado por populares no Residencial Alto Bonito, após ter tomado em assalto a bolsa de uma menina de 12 anos que caminhava em uma rua próximo aos prédios.

O caso aconteceu por volta das 21h, de ontem, quando, armado de faca, Wanderson abordou a jovem. Ao deixar o local, ele foi alcançado por moradores que ouviram os gritos da garota. Furiosas, várias pessoas passaram a espancar Wanderson dos Santos, que deu “graças a Deus” quando uma guarnição da Polícia Militar chegou e o salvou de morrer por linchamento.

(De Parauapebas – Caetano Silva)

Publicidade