Parauapebas

Em Parauapebas, bairros Vila Nova e Ipiranga vão ganhar espaços de convivência

Por meio de indicação, vereadora Eliene Soares pediu ao governo de Darci Lermen em abril que construísse parque e quadra no Vila Nova visando ao bem-estar dos 2.500 moradores.

A Secretaria Municipal de Obras (Semob) de Parauapebas está disparando um arsenal de serviços nos bairros periféricos do cidade cuja prefeitura é a segunda mais rica do Pará. O Blog do Zé Dudu deu uma olhada na imprensa oficial e constatou que as comunidades Ipiranga e Vila Nova vão ganhar, cada uma, pracinha de convivência para os moradores e quadra para prática esportiva de jovens e adultos.

No Bairro Ipiranga, a Semob prevê aplicar R$ 1.757.216,47 nos serviços. A abertura dos envelopes com propostas das empresas interessadas em tocar a empreitada está prevista para o dia 19 deste mês, uma segunda-feira, e o processo pode ser conferido aqui.

O Blog folheou o edital do certame e observou que a Semob pretende fazer um complexo de lazer no bairro, com playground, quadras (para vôlei, vôlei de areia e poliesportiva), academia ao ar livre, quiosques, estacionamento, entre outros ambientes. De acordo com o titular da Semob, Wanterlor Bandeira, vários bairros não dispõem de espaço adequado de convivência e lazer, o que dificulta o bom convívio entre as pessoas. “A área técnica da Secretaria de Obras esteve no local e constatou a reivindicação dos moradores, no tocante à necessidade de realização da obra”, esclarece Bandeira.

Convivência para 2.500 habitantes

Já no Bairro Vila Nova, a Secretaria Municipal de Obras estima investir R$ 947.559,42 (veja o processo licitatório em curso aqui)

>). O conhecimento das propostas ocorre no dia 23 deste mês e o projeto básico é similar ao do Bairro Ipiranga, só que menor. Segundo Wanterlor Bandeira, representantes do Vila Nova procuraram por diversas vezes a Semob para pedir a construção de um espaço de convivência e agora todo o bairro será atendido. “Temos total interesse em atender às demandas da comunidade. Uma área de convivência contribui para reduzir a violência, gera segurança e movimenta a economia”, esclarece o titular da pasta de Obras.

A vereadora Eliene Soares, que na sessão legislativa de 30 abril propôs à Prefeitura de Parauapebas a construção de uma área de convivência para a comunidade do Vila Nova por meio da indicação de número 110, está muito feliz em saber que a obra vai sair. “Fui acionada por moradores da comunidade e fiz a indicação com muito carinho porque a medida vai beneficiar 2.500 pessoas. Estou sempre pronta e disposta a lutar pelos interesses da coletividade”, comemora a vereadora, agradecendo ao secretário Wanterlor Bandeira e ao prefeito Darci Lermen por serem sensíveis à causa da população do Vila Nova.

Deixe seu comentário