Marabá

Em Marabá, Departamento de Trânsito inicia hoje (14) campanha de Natal

Com o objetivo de despertar reflexões a respeito do deslocamento diário nas vias públicas da cidade de Marabá e sensibilizar condutores e pedestres sobre os riscos oferecidos no trânsito, o …

Com o objetivo de despertar reflexões a respeito do deslocamento diário nas vias públicas da cidade de Marabá e sensibilizar condutores e pedestres sobre os riscos oferecidos no trânsito, o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU) deu início a Campanha “Natal: Momento de Reflexão à Vida no Trânsito” nesta segunda-feira (14).

A Campanha busca sensibilizar a sociedade a fim de estabelecer maior segurança no trânsito, reduzindo a ocorrência de acidentes e mortes durante as festividades natalinas. Este ano, conforme levantamento do DMTU, até o mês de setembro as estatísticas apontaram o saldo de 67 vítimas de acidentes fatais na cidade.

Diante do número, o Departamento executa as ações no trânsito a fim de assegurar a integridade física das pessoas, principalmente, nesta época em que há um expressivo aumento dos deslocamentos de pessoas e veículos. Blitze educativas diurnas em pontos estratégicos dos bairros Cidade Nova, Nova Marabá, Marabá Pioneira, São Félix e Morada Nova; blitz noturna próximo a bares, ocasião em que as pessoas serão abordadas e orientadas sobre o perigo de dirigir sob o efeito de álcool e outros entorpecentes, fazem parte da programação.

Para encerrar as ações, acontecerá uma carreata no dia 19, sábado, às 7 horas, com concentração em frente ao Ginásio da Folha 16, bairro da Nova Marabá. A mobilização percorrerá as principais ruas e avenidas da cidade. Personagens representando a alegria do Natal, com a Sagrada Família e o Papai Noel, e um carro som darão dicas de segurança no trânsito.

Parauapebas

Já em Parauapebas, a Secretaria de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) não fará uma campanha específica pro Natal, contudo, continuará com os patrulhões que são realizados conjuntamente com a Polícia Militar, Detran, Conselho Tutelar e Corpo de Bombeiros.

Deixe seu comentário