Parauapebas

Eliene Soares reivindica serviço social itinerante, creche e unidade básica de saúde

A vereadora apresentou três indicações ao plenário, a implantação do “Consultório na Rua”, a construção de uma creche na Vila Cedere I e a construção de uma unidade básica de saúde (UBS) no Bairro Novo Horizonte.

Consultório na Rua”

A primeira indicação (nº 280/2019) apresentada por Eliene Soares pedia a implantação do serviço itinerante “Consultório na Rua”, com estratégia multiprofissional, visando ofertar serviços de saúde para a população em situação de rua.

O objetivo é oferecer suporte às ações de desmarginalização social, na perspectiva da saúde pública. O serviço foi instituído em 2011 pela Política Nacional de Atenção Básica e o município de Parauapebas possui recursos financeiros para executar o programa.

O serviço “Consultório na Rua” integra a estratégia de saúde da família e tem sua concepção na composição de uma equipe multiprofissional, formada por enfermeiro, assistente social, psicólogo e auxiliar de enfermagem.

As atividades do consultório serão realizadas de forma itinerante, onde os agentes sociais abordam o morador de rua e oferecem encaminhamento à UBS mais próxima para tratamento médico.

Os agentes indicam também aos usuários um local para higienização pessoal e o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) para ingresso em programas que possibilitem saída da situação de vulnerabilidade.

Creche em Cedere I

Após ouvir os pedidos da comunidade de Cedere I, a vereadora pediu (Indicação nº 281/2019) à Prefeitura de Parauapebas, por meio da Coordenadoria Municipal de Terras (Comter), que identifique e disponibilize área para a construção de uma creche com capacidade para atendimento a cem crianças. 

A vila Cedere I fica situada a 25 km de Parauapebas e abriga cerca de 600 moradores. No local existe apenas uma escola que atende à educação infantil e ao ensino fundamental. A falta de uma creche tem impedido o acesso à educação infantil e, embora não seja uma obrigação legal a matrícula de crianças de 0 a 3 anos de idade, o ensino não pode ser dificultado por falta de vagas.

UBS no Novo Horizonte

Ao pedir ao Poder Executivo a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para a comunidade do Bairro Novo Horizonte, Eliene Soares revelou que o bairro possui 4.600 habitantes e que a Associação de Moradores do Bairro Novo Horizonte tem buscado os mecanismos para que os moradores evitem o deslocamento até os bairros Altamira ou Casas Populares para atendimento de procedimentos primários.

Por isso, a vereadora pediu oficialmente a construção de uma UBS na área por meio da Indicação nº 282/2019. Segundo a vereadora, é necessário priorizar os investimentos em equipamentos públicos locais de uso comunitário, com a estruturação de novos postinhos, aumentando a eficiência e a otimização de serviços prestados, bem como universalizando o acesso ao sistema de saúde.

Aprovação

Para proporcionar cidadania ao povo de Parauapebas, os vereadores aprovaram as indicações, que serão enviadas à administração municipal para análise de viabilidade orçamentária e execução dos pedidos.

Fonte: Ascom PMP

Deixe seu comentário