E agora CELPA? : Aneel estabelece novo índice para medir duração dos apagões de energia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Agência Brasil informa que começou a valer desde o dia 1º um novo indicador para medir a duração das interrupções no fornecimento de energia elétrica aos consumidores. O índice, estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), tem como objetivo incentivar as distribuidoras a atuar com mais eficiência em dias com muitos apagões na rede, para que o fornecimento de energia elétrica seja restabelecido com mais rapidez.

O indicador de Duração da Interrupção Ocorrida em Dia Crítico por Unidade Consumidora ou Ponto de Conexão, ou simplesmente Dicri, é individual e representa o tempo de cada interrupção ocorrida em dia crítico, ou seja, quando a quantidade de ocorrências emergenciais em um determinado conjunto de unidades consumidoras superar a média dos valores diários.

A Aneel estabeleceu limites para as interrupções e o consumidor terá direito a compensação nos casos de cortes de energia em tempo superior ao aceitável. A compensação será dada para cada interrupção ocorrida em dia crítico e o pagamento deverá ser cumulativo nos casos em que ocorrer mais de uma transgressão do limite no mês.

Se a falta de energia durar mais de 12 horas em um único dia, o consumidor de baixa tensão (residências e pequenos comércios) deverá receber uma compensação referente à ocorrência, independentemente da compensação mensal pelos outros indicadores. A compensação deverá ser paga, no máximo, dois meses após o mês de ocorrência.

Nota do Blogger: Se esse índice for seguido pela CELPA, e fiscalizado pela Aneel, certamente ela estará falida em seis meses, !

4 comentários em “E agora CELPA? : Aneel estabelece novo índice para medir duração dos apagões de energia

  1. indignidade Responder

    isso é bla bla bla a celpa não obedecera, isso e nada é a mesma coisa pra celpa, ja faz um tempão que se fala em punição e nada é mais um conto de fada
    parece brincadeira

  2. Pé di ferro Responder

    Rede celpa ta crescendo as custas da ingnorância de pessoas que não conhece seus direitos perante a lei. Que termina pagando faturas muito acima do consumo que seus poucos utensilios eletricos consume, os que recorrem ao procon tem suas faturas corrigidas. “Ou seus equipamentos tecnologicos não funcionam correto, ou então é no se colar colou.”

  3. anônimo Responder

    Papo furado!!! pior ainda são as filas dos bancos aqui do Peba, tem mais … a Antel também fala blá, blá… e o tempoem que o ciddão fica aguardando pra ser atendido extrapola todos os parâmetros indicados por essas agências de controle. Isso é conversa pra boi dormir.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: