Saúde

Dengue: Pará reduz em 34,91% os casos notificados

De 1º de janeiro a quarta-feira (25), o Pará notificou 13.565 casos suspeitos de dengue de todos os tipos, dos quais foram 4.707 confirmados. São 4.679 registros de dengue clássica, …

De 1º de janeiro a quarta-feira (25), o Pará notificou 13.565 casos suspeitos de dengue de todos os tipos, dos quais foram 4.707 confirmados. São 4.679 registros de dengue clássica, 21 de dengue com complicação, seis de febre hemorrágica da dengue e um de síndrome do choque do dengue. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (26) pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio do Informe nº 15, da Situação da Dengue no Pará.

Os municípios com maior número de notificações continuam sendo Belém (2.354), Parauapebas (2.020), Marabá (1.119), Ananindeua (736), Altamira (690), Santarém (509) e Marituba (445). Em relação às confirmações, os municípios com mais casos são Parauapebas (1.083), Belém (516), Altamira (351), Ananindeua (235), Marabá (219), Marituba (209) e Santarém (196).

O Estado do Pará mantém a redução de 34,91% nos casos notificados de dengue em relação ao mesmo período do ano passado. São 13.565 notificações este ano contra 20.838 em 2011. Também há redução nos casos graves de dengue. Foram confirmados 21 casos este ano contra 138 em 2011, e apenas seis casos de febre hemorrágica este ano contra 31 ano passado. Continuam confirmados dois óbitos por dengue no Estado, ocorridos nos municípios de Parauapebas e Altamira.

Apesar da queda nos números da dengue, a Sespa mantém as ações de vigilância epidemiológica e controle do vetor em conjunto com as Regionais de Saúde e Secretarias Municipais de Saúde. Também é importante que a população mantenha os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypt.

A Sespa também trabalha com unidades sentinelas para coletar amostras de sangue de casos suspeitos e identificar o tipo de vírus que está circulando no Pará. Até agora, 133 amostras foram examinadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen), das quais 37 deram resultado positivo para dengue. Os principais sorotipos circulantes no Estado, este ano, são o tipo 1 e tipo 4.

Fonte: Agência Pará

Deixe seu comentário