De virada, Remo perde para o Brusque e cai uma posição na tabela da Série B

O Leão Azul saiu na frente, mas levou a virada no segundo tempo e perdeu por 3 a 1
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Remo perde para o Brusque e cai uma posição na Série B (Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Ascom Brusque)

Continua depois da publicidade

O Clube do Remo entrou em campo na tarde desta sexta-feira (15) pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O Leão Azul encarou o Brusque (SC) e acabou perdendo de virada, por 3 a 1, no Estádio Augusto Bauer, em Brusque. Com a derrota, os azulinos caíram uma posição na tabela de classificação, passando a ocupar o 12° lugar, com 38 pontos na competição nacional.

O Remo começou bem o jogo, abrindo o placar com um gol de cabeça do volante Pingo, aos 13 minutos do primeiro tempo. Na etapa derradeira, o Leão desandou e o Brusque aproveitou para virar a partida com os gols de Luizão, de cabeça, aos 10 minutos, Thiago Alagoano, aos 12, e Edu, também de cabeça, aos 48. 

O lance curioso aconteceu nos acréscimos, quando o atacante Edu teve que ir para o gol do time catarinense, já que o goleiro Ruan Carneiro saiu machucado e o time não poderia mais mexer. Em um pênalti cobrado por Felipe Gedoz, Edu defendeu e o zagueiro Rafael Jansen completou para o gol, mas a arbitragem desmarcou alegando invasão de área. 

O Clube do Remo volta a campo diante da Ponte Preta (SP), no domingo (24), às 16h, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém. O confronto será válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. 

O jogo: Leão pegou a virada!

O Remo chegou primeiro com Lucas Tocantins, que em jogada individual invadiu a área e tentou cruzar, o goleiro Ruan Carneiro cortou para escanteio. No lance seguinte, Lucas Tocantins cruzou da direita e Pingo marcou de cabeça, aos 13 minutos, 1 a 0 Leão Azul. Bem na partida, os azulinos chegaram com Victor Andrade, que entrou na área e dividiu com o zagueiro Claudinho – os jogadores pediram pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

O Brusque teve a chance do primeiro, quando Jhon Cly foi lançado, mas a arbitragem assinalou impedimento. Novamente Jhon Cley deu trabalho, finalizando no cantinho; o goleiro Thiago Coelho se esticou e colocou para escanteio. O Remo teve uma oportunidade em cobrança de escanteio, que Pingo levantou e a bola bateu na rede pelo lado de fora. No lance seguinte, foi a vez do time de Santa Catarina reclamar de pênalti, quando após cruzamento dentro da área. A bola teria tocado na mão do zagueiro Kevem, mas o lance foi considerado normal pela arbitragem.

Os jogadores do Brusque estavam querendo cavar pênalti. Em mais uma tentativa dentro da área, Thiago Alagoano caiu pedindo a penalidade máxima e outra vez nada foi marcado. Airton cobrou escanteio para o time da casa e Thiago Coelho saiu de soco na bola, aliviando o perigo contra a meta remista. Em uma cobrança de falta na área do Leão, Thiago Coelho saiu de soco e a zaga azulina completou, afastando de qualquer maneira. 

O Remo voltou a atacar com o volante Pingo, que arriscou um chute de fora da área e a bola passou com perigo contra a meta do goleiro Ruan Carneiro. Logo nos segundos iniciais da etapa final, Lucas Tocantins entrou na área e marcou o segundo gol do Leão, invalidado pela arbitragem, marcando impedimento. Marlon do Remo cometeu falta em Jhon Cley e os jogadores pediram pênalti, mas a arbitragem confirmou fora da área. Na cobrança, Airton levantou na área e o zagueiro Luizão marcou de cabeça, aos 10 minutos, 1 a 1.

Logo em seguida, Jhon Cley levantou bola na área, e Thiago Alagoano aproveitou a sobra para marcar, aos 12 minutos, 2 a 1 Brusque. O time catarinense teve a chance com Garcez, que finalizou longe da meta remista. Após bola levantada na área, o atacante Edu do Brusque caiu e pediu pênalti. O lance teve a revisão do VAR, confirmando a penalidade máxima. O mesmo Edu cobrou e o goleiro Thiago Coelho defendeu para o Leão, aos 29 minutos.

No lance seguinte, Rodolfo Potiguar finalizou e o goleiro Thiago Coelho fez milagre, defendendo para o Clube do Remo. Só dava Brusque. Hugo Borges recebeu passe na área e finalizou no travessão remista. Edu tentou marcar o terceiro gol dos mandantes, mas errou o alvo. Abatido em campo, o Remo tentou chegar em cobrança de falta, que Felipe Gedoz cruzou na área e o goleiro Ruan Carneiro saiu para ficar com a bola.

Já na reta final, Edu invadiu a área e dividiu com o goleiro Thiago Coelho. O atacante do Brusque pediu pênalti, mas acabou recebendo cartão amarelo do árbitro, por simular a penalidade. Felipe Gedoz mandou a bola na área e Ruan Carneiro afastou para escanteio. Em mais uma bola na área, Jefferson cabeceou e o goleiro do Brusque fez outra grande defesa no jogo. 

O time da casa tentou com Bruno Alves, que tocou para Hugo Borges, mas a finalização do atacante não levou perigo contra a meta azulina. No lance seguinte, Bruno Alves cruzou e o artilheiro Edu marcou de cabeça, aos 48 minutos, 3 a 1. O Leão teve a chance de diminuir, quando o goleiro Ruan Carneiro derrubou Rafael Jansen dentro da área e o árbitro marcou pênalti.

O goleiro se machucou no lance e como o Brusque já tinha feito todas as substituições, o artilheiro Edu foi para o gol. Felipe Gedoz cobrou o pênalti e Edu defendeu; na sobra, Rafael Jansen marcou. Após revisão do lance pelo VAR, o gol foi anulado, sendo confirmada a invasão do zagueiro remista na jogada. Placar final: Brusque 3 x 1 Remo. 

FICHA TÉCNICA

BRUSQUE: Ruan Carneiro; Toty, Claudinho, Luizão (Sandro) e Airton (Edilson); Rodolfo Potiguar, Zé Matheus (Evandro), Thiago Alagoano (Bruno Alves), Jhon Cley e Garcez (Hugo Borges); Edu.
Técnico: Waguinho Dias

REMO: Thiago Coelho; Thiago Ennes, Kevem, Marlon (Rafael Jansen) e Raimar; Pingo (Anderson Uchôa), Arthur (Ronald) e Marcos Júnior (Jefferson); Lucas Tocantins, Felipe Gedoz e Victor Andrade (Neto Pessoa).
Técnico: Felipe Conceição 

  • Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (RS)
  • Assistente 1: Leirson Peng Martins (RS)
  • Assistente 2: Maíra Mastella Moreira (RS)
  • Quarto árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (SC)
  • Árbitro de vídeo (VAR): Daniel Nobre Bins (RS)
  • Cartões amarelos: Zé Matheus, João Carlos, Edu e Sandro (Brusque); Marcos Júnior e Marlon (Remo)
  • Gols: Pingo, de cabeça, aos 13 minutos do 1° tempo para o Remo; Luizão, de cabeça, aos 10, Thiago Alagoano, aos 12, e Edu, de cabeça, aos 48 minutos do 2° tempo para o Brusque 
  • Local: Estádio Augusto Bauer, em Brusque 

Por Fábio Relvas