CURIONÓPOLIS

Continua depois da publicidade

Os trabalhos de solenidade de posse em Curionópolis tiveram início às 17h. A cerimônia, que foi conduzida pela vereadora mais bem votada, Jocenilde Oliveira da Silva, conhecida como Professora Nilde, do PMDB, contou com a presença de Políticos, autoridades e da população em geral. Como de praxe foi cantado o hino nacional.

Foram empossados os vereadores eleitos: Natanael Silva Costa (PMDB), Robson do Nascimento (PSB), João Patrocínio Filho (PMDB), Paulo Higino da Silva (PR), Wilson Acácio Nunes (PT), Aires Almeida Souza (PDT) e as vereadoras: Rosemeire Barbosa Pontes “Meire” (PSDB) e Edilei Maria Lopes de Sousa (PP).
Após o juramento feito pelos vereadores foi votada em sessão extraordinária a composição da mesa biênio 2009 e 2010. A chapa única Unidos para Sempre, composta pelos vereadores João Patrocínio(Presidente), Edilei Maria Lopes (1ª secretária) e Meire Pontes como (2 ª secretária) foi apresentada. O voto foi em voz aberta e a chapa foi eleita por unanimidade. A nova diretoria já assumiu seus respectivos lugares na mesa do legislativo. Uma vez empossado, o presidente Joãozinho já terminou de presidir a solenidade de posse dos demais colegas. Todos os vereadores fizeram uso da tribuna onde agradeceram aos familiares, presentes e eleitores pela confiança.
Logo após o término dos trabalhos de posse, foi à vez do prefeito eleito, o ex-vereador Wenderson Azevedo Chamon (PMDB), e sua vice Iraíldes Campos, (PSDC), tomarem posse de seus cargos. Eles entregaram a mesa examinadora, os documentos necessários para exercerem seus cargos. Muito emocionado, Wenderson Chamon fez seu discurso baseado nos projetos políticos para Curionópolis. O prefeito falou na tribuna, que pegou município saqueado e em estado de falência total.
Chamozinho ressaltou ainda que só de inadimplências são 10 que constam no cadastro do governo. A mais grave de todas é a do INSS, que soma a quantia de mais de 2 milhões de reais. Chamonzinho ainda citou outras empresas que a prefeitura de Curionópolis deve, a exemplo da UFPA, Celpa e comércio local. Todas essas dívidas juntas somam uma quantia absurda de milhões que não foram pagos aos credores pela administração anterior. Chamonzinho disse que a única solução para o município sair da inadimplência e pagar essas empresas é parcelar as dívidas. No seu discurso, Chamonzinho falou também das inúmeras viagens feitas a Brasília, objetivando buscar recursos e benfeitorias para a cidade, junto aos ministros e deputados.
Em sua reunião com o presidente da Fundação Vale, Chamonzinho disse ter obtido êxito quando apresentou a proposta de Implantar um distrito Industrial para que empresas se instalem no município e assim criem empregos e gerem renda para Curionópolis. “Eu quero é emprego para população” disse. O acordo firmado finca que a Vale pague todo o custo do projeto e a prefeitura entre com a doação do terreno. Chamonzinho solicitou ainda a Fundação da Vale que crie a Estação do Conhecimento e o projeto do hospital de Curionópolis. Após falar das buscas incansáveis de melhorias para a população de Curionópolis, ele passou um vídeo onde mostrou suas viagens a Brasília em busca de recursos.Em seguida, o presidente da Câmara eleito, Joãozinho Filho, encerrou as atividades da cerimônia e os empossados receberam os cumprimentos dos que ali estavam presentes.
Fonte: O Carajás