Crianças se encantam com histórias contadas no estande da Biblioteca Legislativa de Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

De chapéu de pirata, bruxa ou califa, a criançada mergulhou no mundo da fantasia. Ao cantar “quem quer casar com a dona baratinha”, eles desvendaram os contos de Ana Maria Machado, uma das autoras homenageadas durante o encerramento do projeto Nas Páginas Literárias do Sul e Sudeste do Brasil.

Os pequenos atentos às histórias

O projeto trabalhado durante o primeiro semestre do ano letivo na Escola Municipal de Educação Fundamental Dorothy Stang tinha o objetivo de incentivar as crianças a lerem os contos das regiões Sul e Sudeste do país. Além da leitura das histórias realizada pelo professor em sala de aula, os pequenos tinham contato com os livros e ainda recontavam as obras de autores como José Roberto Torero Fernandes Júnior e Ricardo Sérgio Rocha Azevedo. Para complementar a fixação e a aprendizagem, os alunos do 1º ao 5º ano faziam ilustrações e apresentações.

Layna Ingred, de 9 anos, cursa o 4º ano do ensino fundamental e teve o primeiro contato com o conto Chapeuzinhos Coloridos durante o projeto. Junto com os colegas de classe, ela preparou uma peça teatral da história, que foi apresentada a todos na manhã desta quinta-feira (18). “Achei interessante, engraçado e divertido. No teatro eu sou a vovozinha e danço muito durante a apresentação”, contou.

Professora Luzia HelenaA professora da sala de leitura, Luzia Helena, contou que as atividades realizadas durante o semestre ampliou o conhecimento dos alunos e proporcionou-lhes desenvolvimento. “O foco era o estimulo à leitura e o contato com a obra destes autores. O crescimento do repertório é notório e a apresentação é um exercício de desenvolvimento para as crianças que muitas vezes não estão acostumadas com estas atividades”, revelou a professora.

Nessa programação, recheada de tantas histórias, não poderia faltar a participação da Biblioteca Legislativa Sônia Cortêz. Grande incentivadora da leitura no município, a biblioteca foi a grande atração do evento. Ao tirar do universo da leitura a boneca Ângela, a criançada se encantou de vez com os livros. A boneca, representada pela professora Ângela Colognesi, foi uma das surpresas da biblioteca para o evento. A peruca loira e o gliter atraíram a atenção das crianças, que não piscaram enquanto ouviam o conto Dia de Chuva.

Ônibus para itinerância da Biblioteca Legislativa

O evento inaugurou, ainda, o ônibus da Biblioteca Legislativa, meio de transporte que a biblioteca utilizará para intensificar a itinerância pela zona urbana e rural, proporcionando a outras crianças a mesma alegria e diversão.

Texto: Josiane Quintino – Fotos: Coletivo Dois.8