Corpo de engenheiro encontrado morto em caminhonete é velado em Marabá

Evandro Werner Campelo Farias saiu ontem pela manhã para visitar uma obra no Bairro São Félix e desapareceu
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O corpo do engenheiro Evandro Werner Campelo Farias está sendo velado na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no Bairro Belo Horizonte, em Marabá. Ele estava desaparecido desde as primeiras horas da manhã de ontem, segunda-feira (16), após sair para visitar uma obra no Bairro São Félix. Werner foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (17), dentro do carro de sua propriedade, uma picape, em uma rua do Residencial Delta Park.

O desaparecimento do jovem engenheiro causou comoção e muita movimentação nas redes sociais, após a família ter perdido o contato com ele e postado apelos a quem pudesse localizá-lo para que comunicasse imediatamente.

Quando Evandro foi encontrado, o motor da caminhonete ainda estava ligado. Imediatamente as polícias Civil e Militar isolaram o local até que peritos do Instituto Médico Legal (IML) chegassem para fazer os primeiros levantamentos e liberassem o corpo para necropsia.

O corpo de Evandro Werner Farias foi liberado à família para sepultamento no final da tarde, mas a causa da morte não foi revelada.

A mulher do engenheiro, advogada Liliane Costa, contou que Werner estava na casa dos pais dela, em Rondon do Pará, de onde saiu, de van, na madrugada da segunda-feira, com destino a Marabá. Ao chegar, pela manhã, foi ao escritório onde pegou a caminhonete e não foi mais visto. Os celulares dele estavam desligados.

Liliane relatou também que o marido foi submetido a tratamento de saúde por problemas nos rins e ainda não teria sido liberado pelo médico para trabalhar. Porém, decidiu retomar as atividades aos poucos, pois estava muito fragilizado física e emocionalmente.

A família ainda não divulgou horário nem local do sepultamento.

Publicidade

Posts relacionados