Confusão em bar acaba no assassinato de dois jovens a facadas em Parauapebas

Uma discussão começou por causa de galanteios dirigidos a uma mulher acompanhada. O jovem que provocou foi retirado do local por um amigo. Mas, não conformado, retornou para continuar a briga
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os jovens José Wellinton Costa de Sousa, 20 anos, e Davi Pereira da Silva Neto, 19, foram assassinados a facadas por volta das 0h30 da madrugada desta segunda-feira (21), em Parauapebas. O duplo homicídio aconteceu em um bar da Rodovia Faruk Salmen. O motivo teria sido o fato de José ter assediado a mulher do matador, até o momento não identificado pela Polícia Civil.

Além dos dois mortos, outras três pessoas saíram feridas da confusão: Felipe Vieira Costa, de 19 anos, Jhordan Silva Duans, 18, e um terceiro homem não identificado. Os dois primeiros continuam internados no Hospital Municipal de Parauapebas.

Conforme Boletim de Ocorrência, registrado na Delegacia de Polícia Civil, por Romilson Sousa da Silva, que estava com José Wellinton de Sousa no bar. Este dirigiu galanteios à mulher de outro homem que estava no local, o qual não gostou do gesto e iniciou uma discussão.

Romilson conta no BO que, para não que a discussão não fixasse mais acirrada, tirou José Wellinton do bar, fez com que ele subisse em uma moto e disse que ia deixá-lo na casa dos pais. O rapaz, porém, disse que queria ficar na casa do amigo Davi Neto, onde foi deixado.

Já na companhia de Davi, José Wellinton o convidou para voltarem ao bar, para tirar mais satisfações com o homem com quem havia discutido. No bar, a confusão recomeçou e acabou em tragédia. A Polícia Civil investiga para tentar identificar o homem que matou os dois amigos e feriu outros três.

(Caetano Silva)