Concurso: Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região reabre inscrições

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Divulgação_TRTDevido a um erro no sistema do Cebraspe – CESPE/UnB, organizadora do concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT – 8), as inscrições foram reabertas nesta segunda-feira (15) e seguem até a próxima sexta-feira, 19 de fevereiro.

Será admitida a inscrição somente via internet, no endereço eletrônico: http://www.cespe.unb.br/concursos/trt8_15/, solicitada no período entre 10 horas de hoje e 16 horas do dia 19 de fevereiro, observado o horário oficial de Brasília/DF.

As inscrições já haviam encerrado no dia 3 de fevereiro, mas de acordo com o TRT, foi necessário reabrir porque o erro no sistema impediu a emissão de boletos de pagamentos. O concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, que abrange os Estados do Pará e Amapá, pretende nomear 28 profissionais, assim como formar cadastro reserva para Técnico e Analista Judiciário.

Podem se candidatar profissionais com ensino médio, técnico ou superior. As taxas estão nos valores de R$ 90, para o cargo de Técnico Judiciário, e R$ 120, para Analista Judiciário. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 25 de fevereiro de 2016.

Há oportunidades distribuídas entre os cargos de técnico judiciário nas áreas Administrativa (CR) e de Apoio Especializado na Especialidade de Tecnologia da Informação, e de Analista Judiciário nas áreas Administrativa (CR), Administrativa/Contabilidade (CR), Judiciária (CR), Judiciária/ Oficial de Justiça Avaliador Federal (CR), e de Apoio Especializado das Especialidades de Arquitetura (CR), Enfermagem (CR), Engenharia Civil (CR), Engenharia Elétrica (CR), Medicina do Trabalho (CR), Odontologia (CR), Psicologia (CR), Serviço Social (CR) e Tecnologia da Informação (28).

Os salários são de R$ 5.365,92; R$ 8.803,97 ou R$ 10.425,75, de acordo com a função exercida, já que a jornada de trabalho é constituída por 40 horas semanais. Serão aplicadas provas objetiva e discursiva, elaboradas conforme os critérios contidos no edital de abertura, sendo que o resultado final será válido por dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Publicidade

Posts relacionados