Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Comandante do 23º BPM reafirma empenho no combate à criminalidade

O tenente-coronel Wilson diz que, mesmo ocupando agora uma função mais estratégica, segue acompanhando o trabalho nas ruas, pois a história dele e pautada na ação ostensiva
Continua depois da publicidade

Promovido no último dia 6 de setembro a tenente-coronel, o oficial José Wilson de Moura, da Policia Militar do Pará, segue à frente do comando do 23º BPM (23º Batalhão de Polícia Militar), função que assumiu em 1º de julho deste ano, ainda major, após ter passado vários anos em Benevides, na Região Metropolitana de Belém, à frente 2ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar).  Ele ingressou na Polícia Militar no dia 20 de maio de 1998, passou por curso de formação de três anos e, em 2001, foi destacado para a primeira unidade, o 17º Batalhão, de Xinguara, tendo sido deslocado para São Félix do Xingu, no sul do Estado.

“A partir daí a gente vem fazendo essa trajetória de trabalho com muito esforço e com gás para ainda para continuar exercendo essas atividades de policiamento ostensivo”, disse ele à Reportagem do Blog. “Minha história é pautada no combate, no trabalho de rua, na ação ostensiva da polícia. Trabalhei em São Félix do Xingu, em Jacundá, em Marabá e a minha última unidade foi Benevides, de onde tenho saudade e onde fiz muitos amigos”, completou.

De Benevides, ele aceitou o desafio para comandar o 23º Batalhão, em Parauapebas, e considera que o trabalho iniciado há três meses foi reconhecido pelo Alto Comando da PM-PA, rendendo-lhe a promoção. “Colhemos esse fruto, graças a Deus, com o reconhecimento do Alto Comando da instituição, que foi a promoção, a ascensão funcional. Mas, continuamos aí, trabalhando diuturnamente, mesmo numa função mais estratégica, mas acompanhando o trabalho, as ações e o policiamento”, assegurou.

Sobre o que pode prometer ao cidadão de Parauapebas, o tenente-coronel Wilson diz que pode proporcionar seu empenho no combate à criminalidade, pois acredita que, mesmo num posto mais alto, não vai perder o entusiasmo pelo exercício do trabalho de policial militar.

Veja também:  Acusado de estupro de vulnerável, Joel “Caveira” fugiu de Canaã

Ele disse, ainda, que espera poder dar continuidade ao trabalho que vem realizando, haja vista que, com o final do ano, como um novo governo, virá um período de transição. “Eu gostaria imensamente de dar continuidade a esse trabalho, tenho só três meses aqui e acho que a gente vai colher frutos bem maiores no decorrer de um ano e meio, dois anos de trabalho”, reafirmou.

“É o que eu desejo de forma particular, mas a gente sabe que a instituição pode ter outros planos para a gente, outros desafios. E o que eu espero, na verdade, é, no período em que eu estiver aqui, sempre estar fazendo o melhor em prol da sociedade”, prometeu o oficial.

Acerca do trabalho da PM nas eleições do próximo domingo, dia 7, o comandante do 23º BPM disse que já distribuiu efetivo de acordo com os locais de votação. “Parauapebas tem mais de 100 mil eleitores. Então, vamos fazer um trabalho em conjunto com a Guarda Municipal e outros órgãos que estiverem presentes no dia”, antecipou, explicando que o trabalho ocorrerá em três etapas, onde uma equipe vai ficar no primeiro turno, outra equipe no segundo turno e uma terceira acompanhando a apuração. “Acredito que teremos um pleito tranquilo e é a oportunidade que o cidadão de Parauapebas, do Pará e do Brasil tem de exercer a sua atividade de cidadania. E que todos exerçam com coerência”.

A partir das 18h de sábado – avisa o comandante – entra em vigor a Lei Seca e segue até o final do pleito. “Eu acredito que nós tenhamos aqui no município e na região toda do Batalhão, que é Canaã, Eldorado e Curionópolis, uma eleição tranquila”, concluiu.  ggg

Deixe uma resposta