Com dois gols de Neto Pessoa, Remo vence o Paysandu no Baenão e está na final da Copa Verde

O atacante do Leão Azul foi o grande destaque das semifinais, marcando quatro gols contra o rival
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Neto Pessoa marcou os quatro gols do Remo diante do Paysandu em dois jogos (Foto: Samara Miranda/Ascom Remo)

Continua depois da publicidade

O Clube do Remo está mais uma vez na final da Copa Verde. Neste sábado (4), o Leão Azul despachou o seu maior rival, Paysandu, por 2 a 0, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém, e se garantiu na decisão da competição nacional. O duelo foi válido pelo jogo de volta das semifinais da Copa Verde. 

Os dois gols do Leão Azul foram assinalados pelo atacante Neto Pessoa, que marcou de cabeça, aos 16 minutos do primeiro tempo, e fechou o placar cobrando pênalti, aos 50 minutos da etapa final. Durante os dois jogos das semifinais, Neto Pessoa marcou quatro gols em cima do Paysandu, se garantindo na artilharia da competição. 

O Clube do Remo encara o Vila Nova (GO) na decisão da Copa Verde, em jogos de ida e volta. O primeiro duelo está marcado para a próxima quarta-feira (8), às 20h, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia. A partida decisiva que vai garantir o título será no sábado (11), às 17h, no Estádio Baenão, em Belém. Ambas as equipes buscam o título inédito da competição. 

O jogo: Leão Azul na final!

O Remo chegou primeiro. Wellington Silva cruzou da direita e a bola passou do atacante Neto Pessoa – o goleiro Victor Souza defendeu no susto. O Paysandu respondeu com Diego Matos, que cruzou da esquerda para Danrlei; o atacante ajeitou para Ratinho emendar uma bicicleta sem perigo contra a meta azulina. Melhor em campo, o Leão abriu o placar: Marlon cobrou falta da esquerda e Neto Pessoa subiu de cabeça para marcar aos 16 minutos, 1 a 0. 

O time bicolor tentou o empate quando Marlon cruzou, mas o atacante Danrlei não chegou a tocar na bola – o goleiro Vinícius defendeu em dois tempos.  O Remo chegou em velocidade: Erick Flores tocou para Neto Pessoa na esquerda, o atacante se livrou de dois marcadores e cruzou rasteiro, Ratinho cortou para escanteio. O Papão chegou com José Aldo, que recebeu sozinho e acabou isolando contra a meta remista.

No último lance perigoso do primeiro tempo, Diego Matos cobrou falta e o goleiro Vinícius saiu de soco para salvar o Leão. No segundo tempo, o time bicolor tentou com Diego Matos, que cruzou da esquerda e Marlon cabeceou em cima do goleiro Vinícius. O Remo deu o troco quando Lucas Tocantins recebeu passe e chutou cruzado; a bola passou no meio da defesa bicolor.

O Paysandu marcou, mas não valeu: Marlon tocou para Danrlei, o atacante chutou e a bola sobrou para Marlon, que mandou para o fundo do barbante, mas a arbitragem anulou o gol, assinalando impedimento, aos 19 minutos. O Leão quase marcou o segundo, quando Ronald recebeu na esquerda e bateu com estilo, a bola passou por cima do travessão bicolor. O Papão quase empatou, uma vez que Thiago Santos recebeu na esquerda e chutou forte por cima da meta do goleiro Vinícius. 

Em um contra-ataque do Remo, Ronald recebeu na esquerda e cruzou rasteiro. O atacante Neto Pessoa foi puxado pelo zagueiro Victor Sallinas dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Após a marcação, muita confusão entre os jogadores dentro de campo, ocasionando as expulsões do lateral-esquerdo Raimar e do preparador de goleiros Juninho, ambos do Leão. 

O atacante Neto Pessoa cobrou e marcou, aos 50 minutos. Foi o quarto gol do atacante diante do maior rival nas semifinais da Copa Verde. Placar final: Remo 2 x 0 Paysandu. 

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Wellington Silva (Kevem), Fredson, Marlon e Igor Fernandes; Pingo (Paulinho Curuá), Lucas Siqueira e Felipe Gedoz (Raimar); Erick Flores (Ronald), Neto Pessoa e Tiago Mafra (Lucas Tocantins).
Técnico: Eduardo Baptista 

PAYSANDU: Victor Souza; Leandro Silva, Yan, Victor Sallinas e Diego Matos; Ratinho (Bruno Paulista), Jhonnatan (Thiago Santos) e José Aldo (Willian Fazendinha); Laércio (Ruy), Danrlei e Marlon.
Técnico: Wilton Bezerra

  • Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
  • Assistente 1: Fabrício Vilarinho da Silva (GO)
  • Assistente 2: Edson Antônio de Sousa (GO)
  • Quarto Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso (PA)
  • Cartões amarelos: Felipe Gedoz, Erick Flores e Fredson (Remo); Ratinho e José Aldo (Paysandu)
  • Gols: Neto Pessoa, de cabeça, aos 16 minutos do 1° tempo, e de pênalti, aos 50 minutos do 2° tempo para o Remo
  • Local: Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém

Por Fábio Relvas