Clube do Remo vence o Águia de Marabá no Mangueirão e segue líder da Chave A2 com seis pontos

Continua depois da publicidade

Por Fábio Relvas

Com uma nova postura em campo, o Clube do Remo venceu o Águia de Marabá, por 2 a 0, na noite desta terça-feira (23/01), no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém. O Leão Azul fez o primeiro logo a um minuto de jogo, com o atacante Felipe Marques e fechou o placar com outro atacante, Jayme que marcou um belo gol aos 38 minutos da etapa final. Com o resultado, o Remo somou seis pontos na Chave A2 e segue firme na liderança, já o Águia de Marabá é o terceiro da Chave A1 com quatro pontos. A partida foi válida pela terceira rodada do Campeonato Paraense 2018.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana. O Águia de Marabá enfrenta o Parauapebas no próximo sábado (27/01), às 16h, no estádio Rosenão e o Remo encara o clássico contra o Paysandu no domingo (28/01), às 16h, no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém.

O jogo: Remo 2 x 0 Águia

O Clube do Remo entrou em campo pressionado contra o Águia de Marabá, devido à péssima partida que fez diante do Independente Tucuruí, quando o Leão Azul caiu, por 2 a 0, no estádio Navegantão.  Menos de um minuto, Isac recebeu passe e ficou sozinho para marcar, mas o chute saiu em cima do goleiro Bernardo. No lance seguinte, Isac deu um lindo passe de calcanhar para Felipe Marques, que não perdoou e abriu o placar, 1 a 0 Remo, com menos de dois minutos.

O Remo seguiu em cima. Após lançamento em profundidade, o atacante Felipe Marques ganhou da zaga e tentou por cobertura, mas errou o alvo e mandou por cima. Só dava Leão Azul. Em outro lançamento, a bola chegou para Fernandes, que absolutamente sozinho, parou na defesa do goleiro Bernardo. O Águia finalmente chegou com Andrey, que se arriscou ao ataque e mandou um chutaço, a bola passou raspando o poste direito do goleiro Vinícius.

O Leão deu o troco no minuto seguinte, Leandro Brasília em um contra-ataque rápido disparou e a bola bateu na zaga aguiana, indo para escanteio. Blitz total azulina, Adenilson também resolveu arriscar e a bola raspou a trave do goleiro Bernardo. No último lance perigoso do primeiro tempo, o atacante Guga do Águia chutou de muito longe, a bola passou assustando a meta remista.

No segundo tempo, o técnico João Galvão alterou o Águia de Marabá: tirando Joãozinho e Rafael Vieira, colocando Léo Pará e Felipinho, respectivamente.  Com isso, o time marabaense se arriscou mais e quase chegou após um cruzamento de Eric Di Maria, a bola passou do goleiro Vinícius e o zagueiro Léo Azevedo não alcançou de cabeça. Outra vez o Azulão, Léo Pará mandou um balaço de fora da área, a bola explodiu no travessão azulino.

Com o Remo sendo pressionado, o técnico Ney da Matta não teve dúvida em mexer no time. Jefferson Recife entrou no posto de Adenilson, que cansou na partida. O Leão acordou em campo e com isso a torcida começou a cantar mais alto no Mangueirão. Em uma sobra de bola, Fernandes deu um balaço, a bola passou raspando a meta do time marabaense. De novo o Remo, a bola foi alçada na área, Isac dividiu com o goleiro Bernardo e marcou, mas a arbitragem assinalou impedimento do ataque azulino.

O técnico Ney da Matta voltou a mexer no time do Leão. O atacante Isac, que saiu aplaudido pelo Fenômeno Azul, deu lugar ao atacante Jayme. Mas quem chegou foi o Azulão com o atacante Léo Pará, que se livrou dos zagueiros e disparou firme para uma defesa espetacular do goleiro Vinícius. Com o Águia na pressão, o Ney da Matta resolveu trocar e mexer pela última vez: sacando Leandro Brasília e colocando Yuri. O mais curioso é que no primeiro lance, Yuri levou o cartão amarelo e na sequência, o volante Yuri cometeu outra falta e recebeu cartão vermelho do árbitro Joelson Silva dos Santos. O jogador remista ficou em campo por exatos dois minutos.

O técnico João Galvão alterou seu time pela terceira vez, trocando Juninho por Wesley. Com um a menos, o Remo foi para o contra-ataque sendo fatal. O atacante Jayme recebeu bom passe, passou fácil da marcação e mandou um chutaço para o fundo da meta de Bernardo, aos 38 minutos, explodindo o Mangueirão, 2 a 0. Felipinho tentou marcar de longe para o Águia, mas o goleiro Vinícius pegou bem para o Remo. O árbitro deu mais quatro minutos de acréscimo. Placar final: Remo 2 x 0 Águia.

“Qualquer equipe do mundo, sente um gol com um minuto e meio de jogo. O Remo fez um gol muito cedo. Tivemos chances de marcar e pararmos no bom goleiro Vinícius. Temos que enaltecer os garotos, nosso time é jovem. Estamos valorizando essa garotada que já está fazendo um bom campeonato. Agora é pensar no Parauapebas no próximo jogo que vai ser muito difícil”, disse João Galvão, técnico do Águia de Marabá.

“Infelizmente nosso companheiro foi expulso e fui feliz em fazer o gol. A comemoração foi estilo Cristiano Ronaldo, eu tô aqui, ensaiamos uma comemoração e ficou legal. Eu tô aqui para mostrar meu trabalho no dia a dia. Temos os atacantes, Isac, Felipe e Elielton são bons jogadores. Domingo é um jogo diferente, tenho uma boa lembrança do Re x Pa do ano passado com uma vitória. Deixar uma boa dor de cabeça para o Ney da Matta”, afirmou Jayme, atacante do Remo, autor do segundo gol.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Levy, Mimica, Bruno Maia e Esquerdinha; Fernandes, Geandro, Leandro Brasília (Yuri) e Adenilson (Jefferson Recife); Felipe Marques e Isac (Jayme). Técnico: Ney da Matta

ÁGUIA: Bernardo; Ari, Andrey, Léo Azevedo e Rafael Vieira (Felipinho); Mael, Juninho (Wesley), Di Maria e Samuel; Joãozinho (Léo Pará) e Guga. Técnico: João Galvão

Árbitro: Joelson Silva dos Santos

Assistentes: Helcio Araújo Neves e Heronildo Sebastião Freitas da Silva

Quarto-árbitro: Gleidyson Eron dos Santos

Cartões amarelos: Geandro e Yuri (Remo); Mael e Eric Di Maria (Águia)

Cartão vermelho: Yuri (Remo)

Gols: Felipe Marques, um minuto do 1º tempo e Jayme, aos 38 minutos do 2º tempo para o Clube do Remo

Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém

Renda: R$ 99.865,00

Pagantes: 6.055

Sócio torcedor Nação Azul: 1.163

Credenciados: 1430

Total: 7.485