Canaã quer bancar exames e cirurgias de olho por até R$ 7 milhões

Prefeitura justifica que medida vai atender necessidades da população local, que não precisará buscar tratamento fora do município. Número de habitantes com problemas de visão disparou.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

A pretexto de prestar “serviços constantemente demandados” pela população, o prefeito Jeová Andrade, que ordena despesas na 6ª administração mais rica do Pará, autorizou na semana passada a abertura de uma licitação com a finalidade de contratar um prestador de serviços médicos, na área de oftalmologia, que realize exames e cirurgias na comunidade. A ideia é registrar preços nesta terça-feira (21) até o valor total de R$ 6,87 milhões para ao menos 53 procedimentos diferentes, conforme levantou com exclusividade o Blog do Zé Dudu. As informações podem ser conferidas aqui.

Vai ter de tudo um pouco. Desde 6.000 consultas oftalmológicas, com valor total estimado em aproximadamente R$ 468 mil, até implantes, cujo procedimento pode passar de R$ 3.500 por pessoa. O exame com custo unitário mais em conta é o de potencial de acuidade visual, também chamado de PAM, que custa R$ 32 — e a Prefeitura de Canaã dos Carajás quer realizar até 400 testes do tipo.

De acordo com o governo, os procedimentos cirúrgicos são de extrema necessidade e têm em vista oferecer à população local serviço médico especializado, fazendo com que os cidadãos de Canaã não precisem se deslocar a outras cidades em busca de tratamento, o que gera custos a pessoas carentes que no mais das vezes não têm condições de arcar.

O Blog do Zé Dudu apurou junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que em 2010 o censo demográfico registrou em Canaã cerca de 4.400 habitantes com algum tipo de deficiência visual, o correspondente a 16,5% da população residente. Já era um número extremamente elevado se comparado às 1.300 pessoas com algum problema de visão identificadas no censo 2000. Com a atual população do município beirando 70 mil habitantes, Canaã pode estar hoje com 10 mil cidadãos com alguma deficiência visual, desde problemas mais simples até cegueira total.

Publicidade