Atirador erra alvo e mata inocente em Breu Branco

Ao tentar executar um homem no terminal rodoviário da cidade, pistoleiro acabou matando um balconista que conversava com a pessoa que seria assassinada
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil iniciou, em Breu Branco, investigação para esclarecer um homicídio e uma tentativa de homicídio ocorridos na noite de sábado (8), no Terminal Rodoviário “Manoel Onofre Sobrinho Bilek”, no centro urbano, por volta de 23h. O alvo era Joel da Silva Rosa.

Calmamente, um atirador ainda não identificado, chegou ao terminal na companhia de outro homem, que permaneceu na condução de uma motocicleta nas proximidades do local. Testemunhas relataram que ele se aproximou da vítima, Joel Rosa, conhecido na cidade como “Gordo”, que bebia uma água de coco, no balcão de uma lanchonete, instalada na rodoviária, permaneceu por alguns minutos observando o ambiente.

Em seguida, sacou uma arma de fogo e disparou várias vezes contra Joel Rosa. Um dos disparos atingiu a cabeça do balconista Éder Carlos Silva de Souza, de 38 anos de idade, que conversava com o homem. Enquanto o alvo principal do assassino se esvaía em sangue no piso do terminal rodoviário, o atirador saiu do local, subiu na garupa da moto e fugiu.

Passageiros e trabalhadores do local chamaram as polícias Civil e Militar. “Gordo” foi socorrido pelo Samu e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento de Breu Branco e, posteriormente, para o Hospital Regional de Tucuruí, onde se encontra hospitalizado em estado grave de saúde. O IML removeu o corpo da vítima fatal para Tucuruí. Éder Carlos era bastante conhecido naquela cidade em Breu Branco.

(Antonio Barroso)

Publicidade